Dona do avião que "não consegue voar" é investigada por caso de incêndio em pleno voo

Dona do avião que “não consegue voar” é investigada por caso de incêndio em pleno voo

Em pesquisa do PIRANOT sobre a empresa dona do avião cargueiro que está tendo dificuldades em voar e assustou domingo (08), Piracicaba (SP), sendo que ontem (10), ao tentar novo voo, precisou fazer um pouso de emergência com auxílio de bombeiros fechando por quase uma hora Viracopos, encontramos uma notícia de que outra aeronave da Cargojet pegou fogo no Canadá.

Segundo o site de aviação Aeroin, o “Conselho de Segurança em Transporte do Canadá (TSB) informou na última sexta-feira, 5 de novembro, que um incidente no dia 23 de outubro resultou em uma aeronave Boeing 767 de carga precisando realizar um pouso de emergência, após os pilotos se depararem com uma indicação de fogo no porão de cargas do jato.”, diz a notícia.

O modelo do avião que pegou fogo é o mesmo que assustou Piracicaba e fechou o aeroporto de Campinas ontem. “A ocorrência aconteceu com o Boeing 767-300 registrado sob a matrícula C-GUAJ, da empresa aérea canadense Cargojet Airways, quando estava realizando o voo W8-555 de Edmonton para Vancouver, ambas cidades no Canadá.”.

Ainda segundo o site, “Os pilotos chamaram o controle de tráfego aéreo e reportaram que precisariam de prioridade na chegada, bem como os serviços de emergência de prontidão. A aeronave cargueira chegou ao aeroporto realizando um pouso sem intercorrências, e posteriormente os serviços de emergência não detectaram nenhum vestígio de fumaça ou fogo no 767. O Boeing taxiou normalmente para o pátio, escoltado pelos serviços de emergência.”, diz a notícia.

“A manutenção da Cargojet descobriu um curto-circuito na fiação entre dois dos sistemas principais de alarme do jato. Por fim, nesta última sexta-feira, o órgão relatou que “A manutenção foi realizada em vários defeitos”, incluindo, “Substituição da placa lógica de incêndio/superaquecimento do compartimento principal de carga”.”, finalizou.

O PIRANOT não conseguiu a confirmação se o avião que teve o problema relatado é o que está em Campinas. A Cargojet tem 17 aeronaves Boeing 767 operando em todo o mundo.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também