Corpo localizado em Rio das Pedras é de jovem desaparecido em Piracicaba (SP)

Corpo localizado em Rio das Pedras é de jovem desaparecido em Piracicaba (SP)

Ele era de Piracicaba, tinha 29 anos e estava desaparecido desde o dia 18 de outubro de 2021

O corpo em avançado estado de decomposição, encontrado na tarde desta quarta-feira (10), em um canavial na cidade de Rio das Pedras (SP), é do piracicabano Matheus Teixeira dos Santos, de 29 anos, que estava desaparecido desde 18 de outubro deste ano, após sair do trabalho em Piracicaba (SP).

Foto: Divulgação

Segundo o Boletim de Ocorrência do caso, na tarde de ontem, os policiais civis do setor de investigações de Rio das Pedras (SP) estavam dando continuidade nas incessantes buscas por Matheus, em uma área de preservação ambiental situada na Fazenda Água Branca, localizada às margens da Rodovia Vereador Pedro Valério da Silveira Martins, usando como ponto de referência o local do encontro do veículo do desaparecido, utilizado por ele na data de seu desaparecimento.

Após buscas pela área, os policiais localizaram a aproximadamente 500 metros do local onde o carro da vítima foi encontrado, em meio a uma vegetação rasteira e também composta por pequenos arbustos e eucaliptos, um corpo em fase avançada de decomposição.

Em um dos bolsos do cadáver foi encontrado um aparelho celular de cor azul. Ao lado do corpo, a cerca de 2 metros, os policiais civis encontraram uma mochila com uma carteira contendo um cartão da empresa Arcor do Brasil, além de cartões bancários em nome de Matheus Teixeira dos Santos.

O Instituto de Criminalística de Piracicaba (SP) foi acionado ao local. O corpo da vítima foi recolhido pela funerária e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) daqui da cidade para realização  do exame necroscópico que indicará a causa da morte.

A esposa da vítima foi chamada até a delegacia e reconheceu todos os objetos e vestimentas recolhidos no local como sendo de seu companheiro Matheus Teixeira dos Santos.

A equipe de investigações sobre homicídios da DEIC de Piracicaba (SP), chefiada pela delegada Juliana Ricci, acompanhou os trabalhos policiais. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também