Criminoso que matou criança de dois anos morre em confronto com o 10º Baep em São Pedro (SP)

Criminoso que matou criança de dois anos morre em confronto com o 10º Baep em São Pedro (SP)

Criança foi morta no dia 24 de julho de 2021

O criminoso que estava foragido da Justiça após matar Ycaro Miguel Sigilião dos Santos, de dois anos, no dia 24 de julho deste ano, em Barra Mansa, no Rio de Janeiro, morreu na noite desta segunda-feira (08), em confronto com policiais militares do 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) de Piracicaba (SP). O procurado pertencia a facção criminosa “Terceiro Comando” e foi localizado em uma residência, no bairro Portal das Flores, em São Pedro (SP).

Foto: Divulgação

Segundo informações do 10º Baep, durante um patrulhamento, a equipe recebeu uma denúncia de que um indivíduo foragido da Justiça do Estado do Rio de Janeiro pelo crime de homicídio qualificado de uma criança de dois anos e pertencente a uma facção criminosa, estaria escondido em uma casa na cidade de São Pedro.

Em contato via WhatsApp com o denunciante, a equipe recebeu a foto do criminoso, de 24 anos, dados pessoais dele e o mandado de prisão expedido em desfavor do mesmo. Após a denúncia, os policiais encaminharam os dados ao Ministério Público que solicitou à Justiça um mandado de busca e apreensão do indivíduo.

De acordo com o registro da ocorrência, por volta das 18h15 de ontem (08), os policiais foram até a residência e “após escutarem movimentação de pessoa, pularam o muro do imóvel e avistaram um indivíduo na porta, saindo do interior da casa, tendo este indivíduo, ao visualizar os policiais, retornado correndo para o interior da casa, mais precisamente para a cozinha, na tentativa de evadir-se pelos fundos do imóvel, porém acabou cercado, momento em que foi ordenada sua parada, então o mesmo, na posse de uma arma de fogo tipo revólver, passou a efetuar disparos na direção dos policiais”, informa o Boletim de Ocorrência.

A equipe revidou e atirou três vezes contra o criminoso que foi atingido no tórax e abdômen. Ele foi socorrido ainda com vida ao pronto socorro de São Pedro, mas não resistiu e morreu. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Nenhum policial ficou ferido.

O Instituto Criminalística de Piracicaba foi acionado ao local dos fatos. A arma de fogo utilizada pelo criminoso e as armas utilizadas pelos policiais militares foram apreendidas para perícia técnica.

O caso foi registrado na delegacia de São Pedro como resistência, homicídio simples (morte decorrente de intervenção policial) e legítima defesa.

Foto: Divulgação

 

 

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também