Piracicabana de 19 anos faz história no Mundial de Ginástica Rítmica

Piracicabana de 19 anos faz história no Mundial de Ginástica Rítmica

Nicole foi a primeira representante de Piracicaba na história da seleção brasileira adulta de ginástica rítmica

Atleta da seleção brasileira de ginástica rítmica, a piracicabana Nicole Pírcio ajudou o país a conquistar um resultado histórico no 38º Campeonato Mundial, disputado no último fim de semana, em Kitakyushu, no Japão: pela primeira vez, desde 1975, quando a competição foi realizada em Madrid, na Espanha, o país foi finalista e encerrou o evento entre os oito melhores do mundo na modalidade. Em Kitakyushu, a FIG (Federação Internacional de Ginástica) elaborou a classificação por equipes de forma inédita, somando conjunto e individual – o Brasil foi o oitavo.

Foto: CBG/Divulgação

Na disputa das cinco bolas, a seleção brasileira, que teve a ginasta Vitória Guerra, lesionada, substituída por Deborah Medrado, ficou com a sétima colocação, com a nota final de 37,650. Além de Deborah, Nicole e Vitória, o conjunto nacional é composto ainda pelas ginastas Beatriz Linhares, Bárbara Galvão, Gabriella Coradine, Gabrielle Moraes da Silva e Maria Eduarda Arakaki. A treinadora é Camila Ferezin e a assistente Bruna Martins.

“Nosso planejamento era arriscar todas as dificuldades e critérios nesta final, mas, com essa troca na véspera (lesão de Vitória), nosso objetivo era conseguir fazer a série sem grandes falhas”, relatou a treinadora ao site da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG). “Uma substituição em um conjunto é algo complicado, mas mostramos que estamos preparadas. Assim é que deve ser um grande time. As meninas se superaram”, completou Camila.

Revelação

Nicole, de 19 anos, foi a primeira representante de Piracicaba na história da seleção brasileira adulta de ginástica rítmica. No esporte desde que tinha 10 anos, a atleta começou no Colégio Tales de Mileto, mas logo passou a integrar a equipe mantida pelo Programa Desporto de Base (PDB), promovido pela Prefeitura de Piracicaba por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam). Foram três temporadas ao lado das professoras Helena Macchi e Mariana Winterstein, com quem aprendeu os fundamentos básicos da modalidade.

“Finalizamos um Mundial histórico. Estou muito feliz, realizada e grata. Agradeço a Deus em primeiro lugar pela conquista, e também a todos os envolvidos nesse feito, e não são poucas pessoas, todos os nossos patrocinadores e apoiadores. Os amantes da ginástica, nossos familiares, treinadoras e todos aqueles que torceram e mandaram energias positivas, todas as ginastas que sonharam e também fizeram parte desse processo. Nenhum obstáculo é tão grande se sua vontade de vencer for maior”, disse a piracicabana nas redes sociais.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também