"Nunca agredi nenhuma mulher", diz síndico acusado de agredir moradora em Piracicaba (SP)

“Nunca agredi nenhuma mulher”, diz síndico acusado de agredir moradora em Piracicaba (SP)

O caso aconteceu na noite de ontem (03), na Avenida das Ondas

Conforme noticiamos anteriormente, uma mulher de 48 anos acusou o síndico do condomínio onde mora de agressão. O caso aconteceu na noite de ontem (03), na Avenida das Ondas, bairro Ondinhas, em Piracicaba (SP) e foi registrado como injúria e via de fatos pela Polícia Civil da cidade.

A moradora afirmou na delegacia que o acusado foi destituído do cargo de síndico, no entanto ele insiste em continuar. Ela relatou também que foi até a sala dele na ocasião para pedir documentos do condomínio, e ao chegar no local, ele a ofendeu com palavras depreciativas. Em seguida, o síndico acertou seu dedo e a empurrou de forma bruta para fora da sala.

Em contrapartida, o acusado entrou em contato com o PIRANOT e enviou uma nota se defendendo das acusações. Confira abaixo trechos da nota, preservando o nome dos envolvidos:

“Na noite de ontem 03/11 conforme anunciado, estava no ADM sanando dúvidas e atendendo moradores agendados. Entrou a senhora (nome cortado), a qual já temos processo contra ela, informei que não a atenderia, que ela mandasse e-mail, visto as acusações que ela fazia e interrupções ao atendimento. Solicitando para que ela se retirasse, alegou “agressão”, graças a Deus nunca agredi nenhuma mulher, muito menos ela. Na verdade, como já de costume, orientados pelo advogado de um político, criaram caso na frente da ADM.

Ocorre que há uma decisão judicial, anulando a última assembleia, que aprovou a garantidora por AMPLA MAIORIA, que tem possibilitado avanços nas implantações da cobertura e outros. O objetivo do advogado desse político, é colapsar as contas do condomínio, pois se a garantidora “sair”, o condomínio será prejudicado, tendo que “reembolsar” a venda da carteira e antecipações. Em outras palavras, ficaríamos sem saldo para pagar as despesas.

No entanto, para evitar isso, basta votar na próxima eleição, qualquer pessoa pode se fazer representar, já antecipei que não serei candidato POIS O OBJETIVO DELES É PESSOAL, BASTA OUVIR OS ÁUDIOS QUE ENCAMINHAREMOS A POLÍCIA CIVIL, ONDE AMEAÇAM, FAZEM INSULTOS AOS MEUS PAIS, ESPOSA E ATÉ A DEUS, o que está em jogo é um retrocesso em tudo que se conseguiu até aqui, quem quer construir o condomínio e fazer o correto, precisa apenas buscar soluções, jamais confusões.

Sobre as questões judiciais, tomaremos as medidas cabíveis, de imediato informo a todos, a aprovação da Garantidora tem sido essencial diante da enorme inadimplência e a eventual alteração pode trazer danos, rateio, sendo isso uma questão lógica.

REITERO QUE SEMPRE ATENDI A TODOS NO ADM, tirando dúvidas, ouvindo sugestões, no entanto, ninguém é obrigado a atender quem quer fazer confusões e agredir física e verbalmente”, disse o síndico em nota.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também