Operação com apoio do 10º Baep de Piracicaba (SP) prende nove integrantes do PCC e deixa um morto

Operação com apoio do 10º Baep de Piracicaba (SP) prende nove integrantes do PCC e deixa um morto

Uma operação do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e da Polícia Militar (PM) prendeu nove integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) e cumpriu mandados de busca e apreensão nas cidades de Campinas (SP), Sumaré (SP), Hortolândia (SP), Nova Odessa (SP) e Rio Claro (SP) nesta terça-feira (26). Durante a ação, um dos alvos foi morto em confronto com policiais. A operação contou com o apoio do 10º Baep de Piracicaba (SP).

Foto: Divulgação

A operação investiga uma célula de uma organização criminosa desde 2018 e acompanhava a movimentação de 13 integrantes do grupo, suspeitos de tráfico de drogas e homicídio. De acordo com a Polícia Militar, 12 casas foram revistadas e 13 suspeitos tinham mandado de prisão emitido. Além dos nove presos, três suspeitos seguem foragidos.

Durante a operação, ocorreu um confronto entre os policiais do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) e um dos alvos no condomínio Águas da Prata, no bairro Nova Veneza, em Sumaré. Segundo a Polícia Militar, o criminoso portava uma pistola calibre 9 milímetros com numeração raspada.

Na casa de outro indivíduo, em Rio Claro, foram localizados documentos que comprovam a participação dele na organização, segundo a PM. O criminoso, no entanto, não foi encontrado.

Segundo a Promotoria de Justiça de Sumaré, os alvos da operação, denominada Elmo, integram uma organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios do país. A denúncia contra o grupo foi feita em maio deste ano e tem 353 páginas com indicações de constantes crimes praticados pela organização com a divisão específica de cada uma das participações dos membros do PCC, informou o MP.

 

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também