Em Piracicaba (SP), jovem de 20 anos é estuprada durante encontro

Em Piracicaba (SP), jovem de 20 anos é estuprada durante encontro

Ela foi estuprada dentro do carro e depois deixada na rua ainda nua

Uma mulher de 20 anos procurou a polícia na noite desta quinta-feira (30) para relatar que foi vítima de estupro, na Avenida 31 de Março, nas imediações do Cemitério Parque da Ressurreição, por volta das 20h de ontem.

Segundo o Boletim de Ocorrência do caso, a vítima informou que faz programas e que há 15 dias conheceu o indivíduo que se identificou apenas com o primeiro nome. Ele teria parado no local onde ela fica aguardando seus clientes e de lá seguiram até uma rua que fica nas imediações do Cemitério Parque da Ressurreição, onde ficaram conversando no carro e o acusado perguntou quanto ela cobrava pelo programa.

Naquele dia, depois de cerca de 30 minutos, ele levou a mulher de volta ao ponto de encontro e combinou de buscá-la novamente na data de ontem (30), por volta das 20h. Conforme o combinado, ele retornou na noite desta quinta-feira, pegou a vítima e a levou no mesmo lugar do primeiro encontro. De acordo com ela, a rua era pouco movimentada.

Ainda segundo o B.O, o homem obrigou que a vítima tirasse a roupa e manteve relações sexuais com ela a força, ameaçando-a de morte e dizendo que estava armado. Depois do ato sexual, ele mandou a mulher descer do carro ainda nua e fugiu levando as roupas e o celular dela.

A vítima pediu socorro em uma empresa próxima e foi amparada por um funcionário que acionou a Polícia Militar. Um popular disponibilizou roupas para ela.

A mulher foi conduzida pela viatura da PM até o Pronto Socorro do Vila Cristina, onde foi atendida, examinada e medicada. A vítima informou que o indivíduo não usou preservativo.

Na delegacia, foi orientado que ela fosse até o IML de Piracicaba às 09h de hoje (01) para realização de exame médico pericial e possível coleta de provas. O exame pode ser feito em até 72 horas após a ocorrência do crime.

O caso foi registrado como crime de estupro. A Polícia Civil vai investigar.

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também