Veja quem são as vítimas do acidente aéreo em Piracicaba (SP)

A queda de um avião bimotor modelo King Air B200, ano 2019, prefixo PS-CSM, deixou sete mortos em Piracicaba (SP) na manhã desta terça-feira (14). Estavam no avião o empresário Celso Silveira Mello Filho, de 73 anos, a esposa Maria Luiza Meneghel Silveira Mello, de 71 anos e os três filhos do casal, Celso Meneghel Silveira Mello, de 46 anos, Fernando Meneghel Silveira Mello, também de 46 anos, Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, de 48 anos, o piloto Celso Elias Carloni, de 39 anos, e o copiloto Giovanni Dedini Gullo, de 24 anos. Todos morreram carbonizados.

Veja quem são as vítimas

Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da Raízen/Cosan, o bilionário Rubens Ometto Silveira Mello. Ele era economista, já participou da coordenação geral na implantação de projetos na Usina Costa Pinto S/A – Açúcar e Álcool. Também já foi presidente do Esporte Clube XV de Piracicaba.

De acordo com o G1, Celso exercia cargos em empresas com atividades nos estados de São Paulo, Paraná, Tocantins e Pará: Diretor Presidente da S.M. Agropecuária LTDA; Sócio Gerente da Consultoria Certo e Assessoria Econômica S/S LTDA; Diretor Presidente da Rio Cortado Agropecuária S/A; Diretor Presidente da Vale Bonito Agropecuária S/A; Diretor Presidente da CSM Agropecuária LTDA; Diretor Presidente da Faculdade de Educação, Cultura e Tecnologia da Amazônia S/A, que mais tarde passou a ser comandada pela filha Camila, também vítima do acidente.

Celso Silveira Mello Filho e a esposa Maria Luiza Meneghel Silveira Mello – Foto: Gustavo Annunciato/Câmara de Vereadores de Piracicaba

Os filhos gêmeos Celso e Fernando

Um dos filhos do empresário, Fernando Meneghel Silveira Mello, era atleta de tiro esportivo. Ele foi campeão sul-americano e chegou a representar o Brasil nos Jogos-Pan Americanos de Lima, no Peru, na categoria fossa olímpica.

Fernando Meneghel Silveira Mello – Foto: Reprodução

O outro filho, Celso Meneghel Silveira Mello, era piloto de autocross desde adolescente. Ele foi tricampeão brasileiro de autocross (2011, 2012 e 2017), uma modalidade que também foi praticada pelo pai.

Celso Meneghel Silveira Mello – Foto: Reprodução

Não obtemos ainda informações sobre a carreira e vida da filha Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin.

Piloto e copiloto

O piloto de 39 anos trabalhava há quase 20 anos com aviação. Foi comandante desde 2002 até 2008 em uma empresa. A partir de 2008 assumiu posto como copiloto em outra e desde 2008 era comandante em mais quatro empresas. Celso era natural de Piracicaba (SP), mas atualmente morava em Sorocaba (SP).

O copiloto era Giovanni Dedini Gullo, de 24 anos. Ele era nascido em São Paulo (SP), mas morava em Piracicaba, onde a família tem uma empresa de equipamentos industriais.

Copiloto Giovanni Dedini Gullo, 24 anos e piloto Celso Elias Carloni, 39 anos – Foto: Reprodução

A queda

De acordo com os bombeiros, o avião saiu do Aeroporto de Piracicaba com destino ao Pará e caiu segundos depois, pouco antes das 09h, em uma área verde do bairro Santa Rosa. Após atingir alguns eucaliptos durante a queda, a aeronave explodiu e teve início um incêndio na mata. As vítimas morreram carbonizadas no local.

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também