Mulher de 24 anos é presa após matar filho recém-nascido enforcado

Uma mulher de 24 anos foi presa nesta terça-feira (07) em Sabará, na Grande BH, após matar o próprio filho recém-nascido enforcado com uma toalha. De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é de que o crime tenha sido cometido no dia 02 de agosto.

Porém, na manhã desta terça-feira (07), a dona da casa que a acusada alugava chegou para fazer a limpeza do imóvel, já que ela havia deixado o local rumo a Belo Horizonte, para onde estava se mudando.

Ao chegar na residência, a proprietária percebeu um cheiro muito forte vindo de um objeto que estava enrolado em um tecido na varanda da residência. Ela sabia que a inquilina estava grávida, mas havia perdido o bebê, e ficou com medo de que pudesse ser o feto enrolado em um tapete.

A polícia foi até a casa e desenrolou o tapete, se deparando com o bebê já em estado de decomposição. A perícia foi acionada, fez os trabalhos e o corpo foi retirado por uma funerária.

Prisão

A criminosa fugiu para Belo Horizonte de táxi, como foi descrito pela proprietária. Os policiais conseguiram rastrear o veículo e entraram em contato com o motorista, pedindo para que ele parasse no próximo posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele parou então em Sabará, na Grande BH.

A mulher de 24 anos confessou o crime. Ela contou que teve um caso fora do relacionamento e ficou com medo da reação dos familiares e amigos, além de já ter outros dois filhos e não ter condições de manter um terceiro.

Ela confessou também que escondeu a gravidez ao longo dos nove meses e no último dia 02 de agosto começou a sentir as contrações. Ela mesma fez o parto e logo depois enforcou o recém-nascido com uma toalha. Em seguida, o colocou em uma caixa de papelão e o deixou em um canto da casa.

A Polícia Civil está investigando o crime.

*** Com informações do G1.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também