Clima seco e falta de previsão de chuva geram alerta de emergência; rio Piracicaba sofre

Clima seco e falta de previsão de chuva geram alerta de emergência; rio Piracicaba sofre

A secura do ar deixa muitas áreas do Brasil em situação de alerta nesta quinta-feira (26), e em alguns estados, a umidade relativa do ar fica abaixo de 12% caracterizando uma situação de emergência. Em Piracicaba (SP), não há previsão de chuva para este resto de mês. As máximas na cidade serão de até 30°.

Arquivo – Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

A falta de chuva prolongada, a passagem do ar frio de origem polar e o aquecimento do ar atuam para diminuir o nível de umidade.

O problema não está apenas em índices de umidade no ar muito abaixo do recomendado para a saúde e conforto humano, que é em torno de 60%, mas no tempo prolongado que o corpo fica exposto a um ar tão sujo e seco. Muitas áreas do Sudeste, do Centro-Oeste e do interior do Nordeste, no Tocantins, têm passado pelo menos 5 horas consecutivas diariamente com nível de umidade em torno de 20%.

A chuva vai continuar escassa para a maior parte do país, pelo menos até o dia 23 de agosto.

Rio Piracicaba

No trecho que passa por Piracicaba, o rio de mesmo nome amarga menos de um metro de profundidade na mini-central de medição perto da Casa do Povoador, na Rua do Porto. Por volta das 06h40 de hoje (24), o rio tinha apenas 93 centímetros de profundidade neste trecho.

 

*** Com informações da ClimaTempo.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também