PM é morto com pelo menos 12 tiros após discussão com guarda municipal

PM é morto com pelo menos 12 tiros após discussão com guarda municipal

No Rio de Janeiro

O policial militar Cristiano Loiola Valverde, de 39 anos, foi morto a tiros na noite deste domingo (08) em Nilópolis, na Baixada Fluminense, por um guarda municipal. Horas antes da morte, o PM postou em sua rede social um texto sobre o Dia dos Pais e a importância de valorizar a vida.

Foto: Reprodução/ Redes sociais

Testemunhas contaram que Cristiano estava tentando apartar uma discussão entre o guarda e outra pessoa. O guarda então teria sacado uma arma e feito pelo menos 12 disparos contra o PM, que morreu no local. Ambos estavam de folga.

O criminoso foi detido por pessoas que estavam na região e preso em flagrante por um segundo policial militar, que também estava de folga e passava por lá.

Ele foi levado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Os agentes coletaram os depoimentos de testemunhas para descobrir o que pode ter motivado o crime. Durante a madrugada desta segunda-feira (09), uma perícia foi feita no local do crime.

Cristiano Loiola Valverde foi morto no Dia dos Pais e deixa uma filha de 15 anos. Amigos e familiares postaram mensagens de pesar.

Veja o que o policial publicou em sua rede social horas antes de ser morto:

“Valorize seu pai, sua mãe, sua família, seus amigos. Valorize os que estão do seu lado. A vida não avisa quando vai acabar”.

Foto: Reprodução/ Redes sociais

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também