Com temor de apagão no Brasil, cresce em 60% a venda de geradores de energia

O Brasil vive hoje a pior crise hídrica dos últimos 91 anos, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A escassez de água afeta diretamente a produção de energia do país, já que 63,8% da matriz elétrica é composta por hidrelétricas. O temor de um apagão tem gerado um aumento na procura e venda de geradores em todo o país.

Segundo o diretor técnico da Atohm Geradores, Ederson Botelho, em entrevista ao Diário do Nordeste, a busca por geradores cresceu 60% na loja no mês passado e a empresa enfrenta dificuldades para atender toda a demanda devido à falta de insumos no mercado.

Além do nordeste, a Stemac, fabricante de geradores que atua em todo o país, registrou um aumento de 35% em demandas nos últimos meses. “A gente tem percebido já faz pelo menos 60 dias que tem aumentado bastante essa procura. A compra pode ser fechada, mas dependendo da potência o cliente pode esperar mais ou menos para receber. Se for uma potência com maior disponibilidade, pode receber em até 45 dias. Se for potência acima de 500 kVA, é mais difícil. Tem cliente tendo que esperar até 3 meses, até mais”, conta.

Entenda mais sobre a crise energética no vídeo a seguir:

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também