Sete moradores de rua morrem em madrugada mais fria dos últimos cinco anos em SP, diz movimento

Sete moradores de rua morrem em madrugada mais fria dos últimos cinco anos em SP, diz movimento

Termômetros marcaram 6º C nesta quarta. Segundo o Movimento Estadual dos Moradores em Situação de Rua, sete moradores de rua morreram

O Movimento Estadual dos Moradores em Situação de Rua afirma que sete moradores de rua morreram na cidade de São Paulo entre esta terça e quarta-feira (30). Segundo o movimento, quatro dessas mortes ocorreram na madrugada de quarta, a mais fria dos últimos cinco anos. Os termômetros chegaram a 6º C na capital paulista. As informações são do G1.

Ainda de acordo com o movimento, três dos moradores estavam na Praça da Sé, um na Baixada do Glicério, um próximo ao Metrô Tiradentes, na região central da cidade, e dois na Barra Funda, na Zona Oeste.

A Prefeitura disse não ter como atestar as mortes citadas, já que quem determina a causa de mortes é o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), da USP, ou o Instituto Médico Legal, dois órgãos estaduais.

A Polícia Civil informou que não localizou registros de mortes de moradores de rua na madrugada desta quarta.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também