Piracicaba (SP): Semuttran alerta para uso indevido do cartão do vale-transporte

Piracicaba (SP): Semuttran alerta para uso indevido do cartão do vale-transporte

O Departamento de Transportes Públicos da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) recebeu, nos últimos meses, informações da área de fiscalização do transporte coletivo, que apontam elevado número de cartões com o crédito de vale-transporte sendo utilizados por pessoas que não são as titulares.

Segundo a secretaria, um dos motivos do uso indevido do vale-transporte pode ser a falta de comunicação do titular sobre a perda, extravio ou roubo, já que quando é feito o comunicado, o cartão é bloqueado e os créditos preservados.

Para comunicar a perda, extravio ou roubo do cartão é necessário ligar no 0800-770-3553 ou se dirigir à Loja da TUPi, localizada anexa ao Terminal Central de Integração (TCI), de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h e aos sábados das 8h às 12h, munido de um documento original com foto. A segunda via tem o custo de R$ 21,50.

Em Piracicaba, mais de 100 mil trabalhadores utilizam o cartão de vale-transporte nos ônibus do transporte coletivo. Antes da pandemia, esses trabalhadores realizavam média mensal de 800 mil viagens. Hoje são 500 mil viagens.

Criado pela Lei Federal nº 7.418 de 1985, o vale-transporte é um direito conquistado pelo trabalhador brasileiro. O benefício é pessoal e intransferível, devendo ser usado no deslocamento de casa para o trabalho.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também