Cabeças e pedaços de corpos são achados em locais de votação no México

Cabeças e pedaços de corpos são achados em locais de votação no México

É a eleição mais violenta da história do país

Duas cabeças humanas, sem o corpo, foram encontradas em dois locais de votação na cidade mexicana de Tijuana, na fronteira com os Estados Unidos, neste domingo (06). Não se sabe ainda quem são as vítimas e quem cometeu a decapitação. Desde setembro do ano passado, quando começou a pré-campanha no país, 96 candidatos já foram mortos.

Foto: YouTube

Segundo a Globo News, outras partes de corpos humanos também foram deixadas em uma das seções eleitorais e em outros pontos da cidade. A primeira cabeça foi colocada em uma caixa branca e verde durante a manhã, pouco antes do início da votação. Pela tarde, outra cabeça foi jogada por um homem em m centro de votação no bairro Terrazas del Valle. Perseguido por policiais, ele conseguiu escapar, mas deixou para trás sacolas de plástico com restos humanos, entre eles várias mãos.

Invasão

Em Metepec, no Estado do México, um grupo de 20 homens invadiu um outro centro de votação e destruiu algumas salas. As urnas não foram roubadas, mas muitas delas foram destruídas. Houve portas derrubadas e correria. Algumas pessoas ficaram feridas, mas um número oficial não foi divulgado.

A disputa

A eleição deste domingo tem como objetivo eleger 20 mil pessoas para a Câmara de Deputados, governadores, prefeitos e legisladores regionais.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também