Fotógrafo é morto após pedir silêncio para traficantes para a filha poder dormir

Fotógrafo é morto após pedir silêncio para traficantes para a filha poder dormir

No final de semana, a Polícia Civil registrou o assassinato de um fotógrafo na Favela Santo Cristo, em Niterói (RJ). Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, teria sido morto depois de reclamar com traficantes que o barulho feito por eles não deixava a filha dele dormir.

Foto: Divulgação

Segundo o relato, a situação teria começado antes das 06h35 de sábado (15), horário em que policiais militares foram ao Hospital Estadual Azevedo Lima, também em Niterói, atender uma ocorrência de uma pessoa baleada. No local, a esposa dele contou que por duas vezes durante a madrugada Thiago pediu para os traficantes da favela que diminuíssem o barulho que faziam porque a filha do casal estava acordando toda hora. Na última vez, foi baleado e socorrido por ela.

Procurada, a polícia informou que a favela Santo Cristo vive uma briga de facções e que, na sexta-feira (14), PMs fizeram uma operação no local.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também