Piracicaba (SP): casal de empresários 'adota' quarto SUS na Santa Casa para reforma e melhorias no espaço

Piracicaba (SP): casal de empresários ‘adota’ quarto SUS na Santa Casa para reforma e melhorias no espaço

O valor para reforma de cada quarto, incluindo a parte estrutural e mobiliário, varia de R$50 mil a R$100 mil

Um casal de empresários, que prefere não se identificar, adotou um quarto SUS na Santa Casa de Piracicaba, ajudando a Instituição a reformular os espaços destinados à internação hospitalar pelo Sistema Único de Saúde.

Com a adoção, o quarto passa por reformulações físicas e estruturais, com reforma também do banheiro e troca de todo mobiliário/ Foto: Santa Casa/Divulgação

A iniciativa se deu por meio da campanha ‘Adote Um Quarto SUS e Faça a Diferença’, lançada em 2011 pela Santa Casa para reestruturação dos 63 quartos SUS mantidos pela Instituição.

“Ficamos sensibilizados com a iniciativa da Santa Casa nesta grande campanha em prol dos mais necessitados, e resolvemos dar a nossa contribuição, sobretudo nesta época de pandemia, em que a humanização da assistência se torna ainda mais essencial”, justificou o casal, que adotou o quarto de número 108, na Maternidade.

“Estamos convictos que um ambiente hospitalar mais confortável e acolhedor reforça a proposta de humanização da assistência defendida pelo Hospital”, disse o provedor da Santa Casa, João Orlando Pavão, enaltecendo o nível de consciência social dos parceiros.

Segundo ele, dos 63 quartos SUS, 54 já foram adotados por empresas e pessoas físicas, passando por melhorias que permitiram a troca de todos os móveis, instalação de TV LCD e reforma estrutural com a remodelação de piso, pintura, tubulação de gases medicinais e adequação do banheiro. Destaque para as camas, que deixam de ser acionadas manualmente para ganhar controle elétrico que amplia a autonomia do paciente e facilita o trabalho da equipe multidisciplinar.

O valor para reforma de cada quarto, incluindo a parte estrutural e mobiliário, varia de R$50 mil a R$100 mil, dependendo do tamanho do quarto e quantidade de leitos; valores que podem ser divididos em até dez vezes. Outra opção é reunir várias empresas para a adoção de um quarto. A empresa que contribuir com a verba terá uma placa com o seu nome afixada na entrada do quarto ‘adotado’.

Para o provedor, fica mais fácil compreender a amplitude da iniciativa quando os números são expostos; pois 82% dos mais de 22 mil atendimentos realizados mensalmente pela Santa Casa de Piracicaba são destinados ao SUS.

“A Santa Casa é uma instituição filantrópica sem fins lucrativos e, neste contexto, a campanha abre a perspectiva de estreitar os laços com a comunidade, contando com o apoio e respaldo de pessoas e empresas conscientes da importância do trabalho que a Instituição realiza na área da saúde pública”, conclui Pavão.

Ele lembra que o primeiro passo para participar da Campanha e adotar um dos oito quartos ainda não reformados, sendo quatro na Maternidade e quatro na Pediatria, é entrar em contato com o Setor de Captação de Recursos da Instituição pelos telefones (19) 3417.5961 e 3417. 5092.

Parceiros

Adotaram quartos SUS as empresas Pollo Engenharia, Grupo Supricel, Cavalinho Agropecuária, Laboratório Previlab, Candura/Iplasa, Indústrias Reunidas de Bebidas Tatuzinho/3 Fazendas, Transportadora Rodomeu, Lubrasil  Lubrificantes, Grupo Bom Jesus, Honda Aversa Motos, Lions Independência, Caterpillar do Brasil, Rede Drogal Piracicaba, Relojoaria Scarpari / Friso de Ouro, CHP, Nutricesta, Andorinhas, CHP, Grande Bazar Santos, SLPar, Torcane,  Elepira, Buldrinox, Lubrasil, TM Papéis e Embalagens, ISL, Itapuan, TID, Rotisserie Bom Gosto, Rotary Internacional, SL Superligas, Frigorífico Angelelli, Manetoni, Construtora Adolpho Lindenberg, Uniodonto Piracicaba, CJ do Brasil Piracicaba, Grupo Falando da Vida, Ecoterra, Associação ReUna, Arcelor Mittal, Projeto Superação, Help Móvel e verba do Ministério da Saúde.

Também integraram esse esforço coletivo em prol da Santa Casa as entidades Acipi, Simespi, Sindetrap e Fundação Mário Dedini; além das pessoas físicas Alcione Moya Aprilante, Joaquim Mário Pires Ferreira, Maria Christina M. C. Seifarth de Freitas, Professora Laura Fernandes de Campos Ferarri, JoadirCarmignani, OrivaldoSchnor, Família Marth, Família Ronsini e famílias Antônio Angeleli e Donato Miori.

“A todos os parceiros, os nossos agradecimentos e nossa eterna gratidão”, disse Pavão.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também