Piracicaba (SP): força-tarefa realiza 149 inspeções em cinco dias e interdita oito estabelecimentos

Piracicaba (SP): força-tarefa realiza 149 inspeções em cinco dias e interdita oito estabelecimentos

Dois estabelecimentos já haviam sido autuados anteriormente e a força-tarefa encaminhou denúncia ao Ministério Público

No período de cinco dias, de 21 a 25 de abril, a Prefeitura de Piracicaba (SP) intensificou a fiscalização em bares, restaurantes, lanchonetes, festas particulares e clandestinas, realizando 149 inspeções, que culminaram na interdição de oito estabelecimentos.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Piracicaba

O caso mais grave aconteceu na sexta-feira (23), quando um estabelecimento comercial que trabalha com a locação de quadras de futebol, localizado na Avenida Sergio Caldaro, foi interditado e lacrado. A medida se fez necessária porque o proprietário já havia sido autuado e multado após a força-tarefa receber inúmeras denúncias de vizinhos devido à aglomeração de pessoas e promoção de música ao vivo. No momento da lacração, o proprietário ainda fez ameaças aos fiscais, fato que originou o registro de Boletim de Ocorrência por parte dos servidores municipais.

No domingo (25), a força-tarefa inspecionou, durante o dia, dois bares no Bairro Alto que estavam funcionando com capacidade acima de 25%, de maneira irregular. Como os dois estabelecimentos já haviam sido autuados anteriormente, a força-tarefa encaminhou denúncia ao Ministério Público.

Festas particulares

Por meio de denúncia anônima, a força-tarefa interditou uma festa no sábado (24), no bairro Abaeté, que contava inclusive com uma banda de música no local, reunindo 50 pessoas. No domingo (25), outra festa particular foi interditada, reunindo 30 pessoas, desta vez no bairro Nova Suíça.

A força-tarefa da Prefeitura é composta pelo Centro de Vigilância em Saúde (Cevisa), órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde e do qual fazem parte o Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) e a Vigilância Sanitária, além da Secretaria de Finanças, Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte), Procon, Guarda Civil e Polícia Militar.

Denúncias

As equipes da força-tarefa seguem um cronograma e também atendem as denúncias realizadas por meio do 153 (GC), 199 (Defesa Civil) e (19) 3426-1996 (Pelotão Ambiental).

Foto: Divulgação/Prefeitura de Piracicaba
Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também