Irmã de Rafael faz DNA para reconhecer corpo encontrado em Piracicaba

Irmã de Rafael faz DNA para reconhecer corpo encontrado em Piracicaba

Desaparecido há 48 dias, homem morava no São Judas

A busca por Rafael Alcântara Spínola, de 39 anos, desaparecido desde o dia 18 de setembro, no bairro São Judas, em Piracicaba (SP), pode ter chegado ao fim com o encontro de cadáver ontem (04), na região do Santa Rosa, conforme informou com exclusividade mais cedo o PIRANOT.

Família de Rafael faz DNA após corpo ser encontrado em Piracicaba
Foto: Facebook

Em entrevista ao jornalista Júnior Cardoso no final da tarde de hoje (05), Roberta Spínola, irmã do desaparecido, confirmou que fez um exame de DNA para reconhecer o corpo. “O estado de decomposição está avançado, mas o boné encontrado próximo dele é muito parecido com um que ele tinha”, disse ela.

Rafael Spínola saiu de casa por volta das 09h do dia 18 de setembro (uma sexta-feira) e desde então não retornou nem entrou em contato com familiares. Ele tinha depressão e fazia uso de medicamentos.

Ainda ao jornalista do PIRANOT, Roberta contou que a identificação do corpo pode levar até quatro meses. “São de 60 a 120 dias para o resultado sair. Estamos agora tentando uma cópia da arcada dentária dele para agilizar”, disse.

O encontro

O cadáver estava embaixo de uma árvore no km 142 da Rodovia Deputado Laércio Corte. Não havia documentos com ele. A polícia suspeita que foi um suicídio, já que havia uma corda amarrada em um dos galhos, em cima dos restos mortais.

  • Comgás – Já pensou o que você quer renovar hoje? Com o gás natural encanado, você tem fornecimento contínuo de gás na sua casa, para preparar receitas e aproveitar aquele banho quentinho sem imprevistos. Instalação em 36x de apenas R$ 6,31*Clique aqui e renove seu gás. *Válido por tempo limitado.
Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também