Semae informa que Piracicaba está em estiagem, mas que já está trabalhando no problema

Semae informa que Piracicaba está em estiagem, mas que já está trabalhando no problema

Por isso, alguns bairros da cidade estão sofrendo com baixa pressão e até falta de água nos últimos dias

O Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) informou, nesta sexta-feira (14), que Piracicaba está passando por um problema de estiagem, o que explica o problema de baixa pressão e até falta de água em alguns bairros do município nos últimos dias. Contudo, a autarquia informou também que já está trabalhando a fim de solucionar este problema.

Uma foto que mostra a fachada do Semae, em Piracicaba
Foto: Jornal PIRANOT

De acordo com o Semae, Piracicaba enfrenta atualmente três grandes problemas: o primeiro é a baixa vazão dos mananciais — rio Corumbataí e rio Piracicaba — causado pelo baixo índice de chuva este ano. O segundo é a qualidade pobre da água do rio que, devido à estiagem e à baixa vazão, concentra muitos poluentes. Por fim, o terceiro problema é justamente a alta demanda por água em toda a cidade, causada pelo tempo seco e também e aumento da temperatura.

Diante destas três questões, a produção de água foi reduzida e o volume produzido segue abaixo da demanda, o que explica a baixa pressão e falta de água em alguns bairros de Piracicaba.

“O Semae está trabalhando para aumentar a produção, priorizando os serviços de manutenção nas Estações de Tratamento e na distribuição de água. Porém, a regularização completa do abastecimento de água só ocorrerá no final da estiagem, provavelmente na primeira quinzena do mês de setembro”, informou a autarquia por meio de uma nota.

A autarquia pede também que os munícipes evitem o desperdício e utilizem apenas o necessário.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também