Transexual é encontrada morta no Rio Piracicaba após oito dias desaparecida

Transexual é encontrada morta no Rio Piracicaba após oito dias desaparecida

Ela havia sido vista pela última vez saindo de um motel em Ribeirão Preto (SP).

Conforme o PIRANOT noticiou anteriormente, a transexual Alice Garrefa, de 25 anos, estava desaparecida desde o último dia 03, quando saiu de um motel em Ribeirão Preto. Esta reportagem é para informar que o corpo da transexual foi encontrado nesta segunda (10), às margens do Rio Piracicaba, em Americana (SP).

Na imagem uma foto de Alice
Foto: Divulgação

Após ser encontrado, o corpo de Alice Garrefa foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Americana. Ainda nesta terça (11), o corpo acabou transferido à cidade de Sertãozinho, onde a vítima morava.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a morte já está sendo investigada e que maiores informações não podem ser fornecidas.

Desaparecimento

Segundo o boletim de ocorrência, a jovem foi vista pela última vez saindo de um motel, de carro, na zona Norte. Ela trabalha como maquiadora e mora em Sertãozinho (SP), onde o documento foi feito. No entanto, quando desapareceu, passava alguns dias na casa de um amigo, no centro de Ribeirão Preto.

Ainda segundo o documento, Alice tinha um relacionamento com um homem de Florianópolis (SC) e chegou a ser ameaçada de morte por ele. No dia do desaparecimento, ela teria recebido um telefonema para ir ao motel, na Avenida Barão do Bananal e aceitou. No local, ela ficou somente dez minutos e desde então não fez mais contato com ninguém.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também