Grêmio recebe sondagens na pandemia e aguarda ofertas para liberar André

Grêmio recebe sondagens na pandemia e aguarda ofertas para liberar André

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) — O Grêmio recebeu sondagens por André, mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, e com isso tem renovada a possibilidade de negociar o atacante. Fora dos planos de Renato Gaúcho, o jogador sequer está inscrito no Gauchão e Copa Libertadores. Aos 29 anos, o atleta tem contrato com o clube gaúcho até o final de 2021.

Grêmio
Foto: Divulgação.

Os contatos durante a paralisação do futebol são encarados pelo Grêmio como um sinal de que André pode sequer voltar aos treinos em Porto Alegre.

Dirigentes do clube mantiveram contato com o estafe do jogador nos últimos dias e reiteraram a possibilidade de liberação, mediante boa oferta. O clube gaúcho topa empréstimo e nos últimos dias também passou a admitir a chance de arcar com parte dos salários.

O Grêmio, mesmo sem ter André nos planos, não cogita rescindir o contrato e muito menos afastar o atleta dos jogos. O afastamento, na verdade, já ocorre. O ex-jogador de Santos, Corinthians e Atlético-MG não está inscrito nas competições que o Grêmio disputa desde janeiro.

A partida mais recente de André foi em novembro de 2019, contra o Flamengo, pela semifinal da Copa Libertadores. A eliminação traumática fez aumentar o tom das críticas ao jogador, que chegou a ser dado como saída certa na virada do ano. Sem acordo com interessados à época, o atacante fez pré-temporada em Porto Alegre e mantinha a rotina de treinos.

O Grêmio pagou cerca de R$ 10 milhões ao Sport, no primeiro semestre de 2018, para contratar André. No início do ano passado, um clube chinês fez oferta pelo atacante.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também