Em Piracicaba, PM é acionada à Vila Rezende para atender briga de casal

Em Piracicaba, PM é acionada à Vila Rezende para atender briga de casal

A Polícia Militar foi acionada no fim da noite desta terça-feira (17), ao bairro da Vila Rezende, zona oeste de Piracicaba (SP), para atender uma ocorrência de briga de casal. O acionamento ocorreu por volta das 23h30.

DP
Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Assim que a Polícia Militar chegou à residência do casal, na Avenida Mário Dedini, encontraram a esposa, de 39 anos. Ela disse que se desentendeu com seu marido, de 43, e acabou agredida fisicamente. Como o marido se encontrava do lado de fora da residência, policiais militares também conseguiram conversar com ele para colher seu depoimento. Ele disse que realmente houve um desentendimento com sua esposa, mas negou qualquer agressão.

A vítima foi conduzida até o Plantão Policial para informar o ocorrido.

Minutos depois, a Polícia Militar foi novamente acionada pela mulher, desta vez à delegacia. Com a chegada da polícia, a mulher informou que seu marido ainda se encontrava na residência e que agora ele estaria a ameaçando de morte. A vítima disse ainda que seu marido teria utilizado um facão para lesioná-la. Cientes disso, policiais militares retornaram à residência, detiveram o homem e o conduziram até a delegacia para adoção de providências legais.

O casal vive em união estável há 26 anos e possui duas filhas maiores de 18 anos. Segundo a vítima, as agressões já aconteceram diversas vezes antes, principalmente quando seu marido faz uso de bebida alcoólica. A filha do casal confirmou a história à polícia.

O indivíduo também conversou com policiais e teve o direito de contar sua história. Ele contou que houve realmente a discussão com a esposa, mas que não houve agressão em momento algum. Ele disse apenas que a empurrou em determinado momento da briga com o intuito de se defender, visto que também estava a ponto de ser agredido. O delegado arbitrou uma fiança de R$ 1.000 reais ao indivíduo, porém o valor não foi pago.

A Polícia Civil registrou o caso como crime de violência doméstica e lesão corporal. Investigações futuras ficarão a cargo do 4º Distrito Policial do município.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também