Guarda civil morre ao fazer trilha de cachoeira; mãe está desaparecida

Um guarda civil municipal morador de Mogi das Cruzes, de aproximadamente 30 anos, morreu após cair de uma cachoeira enquanto fazia trilha na serra da Rodovia Mogi-Bertioga. A mãe dele, de 60 anos, estava junto e segue desaparecida.

Guarda civil morre ao fazer trilha de cachoeira; mãe está desaparecida
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

De acordo com o Corpo de Bombeiros, eles saíram no sábado (07) para fazer uma trilha pela Pedra do Elefante, na altura de Biritiba-Mirim, e pela cachoeira Véu da Noiva, em Bertioga.

Como não voltaram para casa, os familiares acionaram os bombeiros de Mogi das Cruzes por volta das 12h11 deste domingo (08). Três viaturas foram direcionadas ao local e começaram as buscas.

O primeiro corpo localizado pela equipe foi o do guarda civil. Ele estava ao lado da cachoeira Véu da Noiva, de onde teria caído.

O corpo do GCM, que não teve o nome divulgado, foi encontrado e retirado da cachoeira pela aeronave, na altura do km 81 da Rodovia Mogi-Bertioga. A perícia foi acionada para determinar a causa da morte.

A mãe da vítima segue desaparecida até a publicação desta reportagem, às 09h30 de hoje (09).

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também