Sequestrador de ônibus é morto por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói nesta terça (20)

Sequestrador de ônibus é morto por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói nesta terça (20)

O sequestro de um ônibus na Ponte Rio-Niterói chegou ao fim pouco depois das 09h desta terça-feira (20). Um atirador de elite do Bope conseguiu atirar no homem armado que fazia 37 reféns dentro do coletivo. Segundo a Polícia Militar do Rio de Janeiro, todos os passageiros saíram ilesos e o sequestrador morreu.

Willian Augusto da Silva, sequestrador do ônibus da Ponte/Foto: Reprodução

O homem, identificado como Willian Augusto da Silva, de 20 anos, teria dito aos reféns que sofria de depressão. Ele também se apresentou como policial militar, embora não fosse. Por volta das 09h, Willian saiu do ônibus apontando uma arma para a cabeça de um refém e voltou para o veículo.

Minutos depois, o sequestrador deixa o ônibus novamente com seu casaco nas mãos e o joga no chão. Ao tentar retornar para o coletivo, ele foi baleado.

A ação começou por volta das 06h e durou mais de três horas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o sequestrador disse que estava com gasolina e ameaçava incendiar o ônibus. A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que a arma usada na ação criminosa era de brinquedo.

Diversas viaturas da PRF e Polícia Militar, além de ambulâncias, fizeram o cerco ao ônibus. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) também participou das operações. A ponte foi totalmente interditada durante a ação.

 

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também