Connect with us

Notícias

Gata jogada no Rio Piracicaba é adotada e recebe cuidados

Fernanda Maestro

Published

on

Conforme o Jornal PIRANOT já noticiou, uma filhote de gata foi jogada na manhã deste domingo (07) no Rio Piracicaba e salva pelas equipes do Corpo de Bombeiros. A gata foi resgatada e levada para receber os devidos cuidados após um jovem que caminhava pelo local ter pedido ajuda.

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Na manhã desta quarta-feira (10), obtivemos a informação de que a filhote, de aproximadamente 2,5 meses, foi castrada e adotada, mas ainda não foi entregue ao novo lar. A gata está muito assustada e com medo de humanos.

Foto: gata resgatada do Rio Piracicaba

Maltratar animal é crime

Maltratar animal é crime pela lei federal e está previsto na Constituição. A lei determina que pessoas físicas ou jurídicas que lesam o meio ambiente devem sofrer sanções penais e administrativas. A Constituição determina o dever do Poder Público de proteger a fauna e de coibir os atos que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.

O que diz a lei

A lei define o crime de maus-tratos da seguinte forma: “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”.

Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

Punição

A pena para maus-tratos a animais é de um a quatro anos de detenção, com a possibilidade de multa mantida. Em caso de morte do animal, a pena pode aumentar em até um terço (mais de um ano). A aplicação dessas penas vale para pessoas que realizam experiências científicas “dolorosas” em animais vivos.

Onde denunciar

Diante do conhecimento de um caso de crueldade contra animais domésticos ou silvestres, qualquer cidadão pode comunicá-lo à Polícia Militar por meio do telefone 190. A Polícia Ambiental também pode ser acionada. Não se cale, denuncie!

Jornalista formada pela Universidade Metodista de Piracicaba. Trabalhou em campanhas políticas e estagiou na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Atualmente, integra a equipe dos jornais PIRANOT e PORJUCA.

5 Comments

5 Comments

  1. Avatar

    João Ricardo

    11 de julho de 2019 at 17:50

    Tadinha, a gatinha é muito linda

  2. Avatar

    Paula Botene

    11 de julho de 2019 at 18:53

    Ela já foi adotada 😍

  3. Avatar

    Leandro

    12 de julho de 2019 at 8:43

    Quem fez isso com esse anjinho de Deus é um monstro psicopata da pior espécie!

  4. Avatar

    Isso aí...

    12 de julho de 2019 at 9:21

    A gatinha teve chance de vida e viver bem.
    Quanto quem fez isso está pra sempre condenado e ser uma péssima pessoa.
    Lamento por ele e por quem convive com ele….

  5. Avatar

    PATRICIA DE GODOY UGO DIAS DA SILVA

    12 de julho de 2019 at 11:14

    Ridícula a atitude de quem fez isso tinha q amarrar uma pedra bem pesada nessa pessoa e jogar no meio do rio onde não teria risco de ser salvo
    Me revolta isso um animal indefeso qta crueldade

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.