Connect with us

Cultura

36ª Festa das Nações de Piracicaba começa nesta quarta (15) no Engenho Central

Rafael Fioravanti

Published

on

Começa nesta quarta-feira (15), a partir das 19 horas, a 36ª edição da Festa das Nações de Piracicaba. Com megaestrutura, o evento acontece no Engenho Central do município e segue até domingo (19). Toda a renda arrecadada no evento será revertida para 25 instituições sociais do município, responsáveis por atender cerca de 14 mil pessoas.

Engenho Central

Foto: Perigo.

A estrutura da festa conta com a mão-de-obra de quase 7.000 voluntários, além de fornecedores e pessoal contratado. Tudo começou a ser preparado há um mês. Foram montadas 160 tendas que, somadas, ocupam 12 mil metros quadrados de cobertura. No ano passado, a novidade foi uma tenda de 660 m², que foi aprovada e retorna nesta edição, no grande pátio do Engenho. Com bancos e mesas, ela oferece conforto ao público que prefere o ambiente ao ar livre, sem chuva e protegido do sol, como nos restaurantes.

A festa já integra o calendário turístico do município e se faz importante, principalmente, por ajudar 25 instituições sociais. “Precisamos, cada vez mais, divulgar a festa para aumentar a arrecadação dessas instituições. A verba que elas conseguem serve para custear boa parte de seus projetos ao longo do ano. Nós, como administradores, trabalhamos para garantir o sucesso de cada edição”, comentou o prefeito Barjas Negri.

Durante os cinco dias de festa, o público poderá experimentar comidas de 18 diferentes países. São pratos da África, Alemanha, Brasil (que engloba Piracicaba, Região Brasil Nordeste, Região Brasil Norte, Região Brasil Sul), Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Índia, Itália, México, Nações Árabes, Nova Zelândia, Portugal e Reino Unido.

Além da gastronomia, os shows vão agitar o Engenho. Dentre as atrações, estão o Centro de Dança Pasion Latina e Cia Baila a lo Cubano, a banda instrumental Eloy Porto e Brasuká Sexteto, o Grupo de Danças Folclóricas Casa de Portugal, a Orquestra de Viola As Piracicabanas, Grupo Karon Cali de Dança Típica Árabe, Banda Choro de Saia, Maracatu Baque Caipira, e dança alemã com o Grupo Folclórico Grüne Stadt. Também haverá dança gaúcha, Congada do Divino, dança típica trentina, italiana e russa e duas apresentações da Orquestra Paulistana de Viola Caipira.

Pontos

Nos cinco dias de festas, todos os restaurantes e quiosques estarão abertos ao público. Não há jantares fechados. Nesta quarta, quinta e sexta, as bilheterias abrem às 19h e fecham às 21h30 na quarta, às 22h30 na quinta e às 23h na sexta. Sábado e domingo, a festa começa às 11 horas, com as bilheterias fechando às 23h no sábado e às 17h no domingo.

Na quarta e quinta, dias 15 e 16, todos pagam meia-entrada — R$ 5 reais. Na sexta, sábado e domingo, os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada) para os que se enquadram na legislação. O estacionamento custa R$ 20 para automóveis e R$ 10 para motos. As áreas de estacionamento contarão com seguranças e orientadores para os motoristas.

Os ingressos também podem ser adquiridos antecipadamente, por meio do site << www.aloingressos.com.br >>. É só entrar, buscar o evento, escolher a categoria do ingresso (meia ou inteira) e seguir os passos indicados para gerar o e-ticket, que deve ser apresentado na entrada, assinado, juntamente com cópia do documento do titular da compra (RG, CNH ou passaporte). Para o uso do serviço é cobrada uma taxa.

Outro detalhe importante é a entrada de enores de 16 anos na festa. No caso, menores de 16 anos só entram acompanhados pelos pais (ou responsável) com apresentação do Termo de Autorização preenchido. O Termo está disponível no site e também estará disponível nas bilheterias. Para comprovação de idade será aceito apenas documento original.

No Engenho haverá três bilheterias. Elas podem ser acessadas pelo Parque do Mirante (Avenida Maurice Allain), pela passarela Pênsil (Avenida Beira Rio) e pela passarela Estaiada (Avenida Beira Rio).

Instituições beneficiadas com o evento

  • AUMA (Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Piracicaba)
  • Lions Clube de Piracicaba – Independência
  • Apaspi (Associação de Pais e Amigos de Surdos de Piracicaba)
  • Grupo Escoteiro São Mario
  • Associação Síndrome de Down/Espaço Pipa
  • Escola de Mães Professora Branca Motta de Toledo Sachs
  • CRAMI (Centro Regional de Registros e Atenção aos Maus Tratos na Infância)
  • Creche Marshlea Dawsey
  • Associação Atlética Educando pelo Esporte
  • Centro de Reabilitação Piracicaba
  • Sociedade de Apoio à Vida Dr. Nelson Meirelles (CVV)
  • Sociedade Amigos de Vila Rezende (Savire)
  • União Espírita de Piracicaba
  • Centro Social de Assistência e Cultura São José (Cesac)
  • Fundação Jaime Pereira (Funjape)
  • Pastoral da Criança
  • Serviço de Apoio ao Adolescente com Medida Sócio Educativa (Seame)
  • Instituto Formar de Aprendizagem Profissional
  • Associação Presbiteriana de Filantropia de Piracicaba (APFP)
  • Associação de Atendimento a Pessoas com Deficiência Visual de Piracicaba (Avistar)
  • Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e Centro de Apoio e Prevenção ao Câncer
  • Doenças Degenerativas e Deficiências Sociais Multiníveis (Ceacan)
  • Casa do Bom Menino
  • Pasca (Pastoral do Serviço de Caridade)
  • Associação A Turma do Papai Noel.

Rafael é formado em jornalismo (comunicação social) pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do Jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.