Connect with us

Notícias

Em Piracicaba, professora é difamada por alunos de escola estadual

Thainá Fernandes

Published

on

Uma professora de 26 anos foi difamada por alunos na manhã desta quarta-feira (10), em Piracicaba (SP). O caso aconteceu na E.E Edson Rontani, na Vila Industrial.

Foto: Divulgação

Segundo o boletim de ocorrência (B.O), dois alunos do 2º ano do Ensino Médio colocaram ovos na cadeira da vítima.

Quando ela se sentou, os ovos estouraram. Os adolescentes de 17 anos filmaram a cena e publicaram nas redes sociais.

As imagens foram compartilhadas por diversos colegas de classe.

O caso foi registrado no 4º Distrito Policial e a Polícia Civil já investiga o caso através das imagens de seguranças e das postagens feitas pelos alunos.

Em formação no curso de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Campinas, a PUC, Thainá Fernandes tem experiência em jornalismo investigativo. Integra a equipe do Jornal PIRANOT, do PORJUCA (Portal Júnior Cardoso), desde março de 2019.

11 Comments

11 Comments

  1. Avatar

    Thiago de Camargo Silva

    11 de abril de 2019 at 21:41

    Onde vai parar a educação se meliantes como estes fazem essas atrocidades com mestres que formam mentes;#VERGONHA

  2. Avatar

    anonimo

    12 de abril de 2019 at 11:33

    “Infelismente”, sou a favor de voltar a ensinar as crianças em casa.
    Não era para ser assim. Cada vez mais está dificil de lidar com os adolescentes.

  3. Avatar

    Anônimo

    12 de abril de 2019 at 14:08

    Culpa das maes q tem preguiça da educaçao, ou nao ė preguiça ė q elas nao tem educaçao tbm, visto o exemplo q eles tem em casa acham q todas as mulheres botam ovos

  4. Avatar

    Anônimo

    12 de abril de 2019 at 15:00

    Me desculpe mas discordo do comentário anonimo de 12/04
    as 14:08hrs eu sou pai e educo meus filho oque eles fizerem quando crescerem oque eu vou poder fazer quando forem homens?17 anos ja sabe oque é certo e errado não são crianças.Nem sempre se segue o exemplo dos pais.Meu pai era alcólatra e batia em todos nós quando chegava do trabalho incrusíve na minha mãe e eu não bebo ,não fumo, não uso drogas.e não maltrato meu filhos e nem minha esposa,ao contrario do meu pai ,eu dou a vida por ales.(por isso não culpe os pais porque vcs não os conhece)

  5. Avatar

    Anônimo

    12 de abril de 2019 at 15:55

    Anônimo 15/04 15:00 super apoio seu comentário, parabéns a vc.

  6. Avatar

    Anônimo

    12 de abril de 2019 at 16:11

    Chama os pais e passa lhes uma descompostura e elimina esses engraçados da escola

  7. Avatar

    Josias Camargo

    12 de abril de 2019 at 17:14

    Têm que ter uma pena mais rigorosa pra estes “di menor ” como já foi dito no comentário acima não são crianças e sim marmanjos sem educação que precisa ser corrigido e punido no rigor da lei,queria ver se fosse na época do regime militar quando a lei imperava e havia respeito !

  8. Avatar

    Anônimo

    12 de abril de 2019 at 17:29

    Esses meninos nao tem vergonha na cara, queria ver se fosse os pais dele, ali dando aula

  9. Avatar

    Luis

    13 de abril de 2019 at 11:58

    Ridículo e quais serão as providências? O que as autoridades policiais irão fazer? Piranot pode nos responder?

  10. Thainá Fernandes

    Thainá Fernandes

    13 de abril de 2019 at 12:08

    O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

  11. Avatar

    CRISTIAN BENITES

    14 de abril de 2019 at 12:12

    A verdade é uma só, grande parte dos pais fazem filhos e delegao as suas responsabilidades as creches, depois as escolas de tempo integral e finalmente optao por faculdades fora das suas cidades, acaba que nem eles mesmo conhecem oque chamao de filhos e para ajudar o sistema de ensino não reprova mais nem os analfabetos por culpa de uma política que visa maquiar uma realidade de um país onde temos médicos e ingenheiros postando fotos de formatura sendo que não teriao que ter saído ainda nem do colegial. Pergunto eu si não criarmos vergonha na cara e começarmos a asumir nossas responsabilidades oque podemos esperar das próximas gerações?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.