Connect with us

Notícias

Homem é esfaqueado após discussão por R$ 10, em Piracicaba (SP)

Fernanda Maestro

Published

on

Uma tentativa de homicídio foi registrada por volta das 14h30 deste domingo (13), em Piracicaba (SP). De acordo com a Polícia Militar (PM), uma mulher esfaqueou um homem pela Rua Alberto Ramos, no bairro Jardim São Paulo.

Segundo informações transmitidas pela PM, o crime aconteceu após uma discussão motivada por R$ 10 reais. A agressora esfaqueou W.S.P e fugiu.

Quando a equipe chegou no local, a vítima foi encontrada caída  e com uma perfuração no pescoço. Populares informaram que a agressora estaria ali próximo e a equipe conseguiu encontrá-la na Rua Ingá. A mulher confessou a agressão e indicou onde estava o canivete utilizado no crime.

Com ajuda de populares, os policiais militares estancaram o sangramento até a chegada do SAMU. A vítima foi encaminhada ao pronto Socorro do Vila Cristina, onde o ferimento foi suturado.

A autora da facada aguardou a chegada da viatura afastada, tendo em vista a revolta dos familiares de W.S.P, que queriam linchá-la.

 

Ela foi conduzida até o Plantão Policial. O delegado ouviu a versão dos fatos e a mulher foi liberada para responder pelo crime em liberdade.

A ocorrência foi atendida pela viatura 10101, do soldado Augusto e cabo Severiano da Polícia Militar.

Jornalista formada pela Universidade Metodista de Piracicaba. Trabalhou em campanhas políticas e estagiou na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Atualmente, integra a equipe dos jornais PIRANOT e PORJUCA.

3 Comments

3 Comments

  1. Avatar

    Adriano Correia

    14 de janeiro de 2019 at 12:35

    Tentativa de homicídio e vai recorrer em liberdade?? É sério isso?

  2. Avatar

    Daniel Toledo

    14 de janeiro de 2019 at 14:01

    Nossa! Se as pessoas soubessem q 10 reais compram uma ou 2 pedras de crack,entenderiam a questão, se soubessem tbm que quem ta mantendo toda a violência no Brasil, é a corrupção do sistema q permeia o tráfico, todas essas histórias teriam outro fim, sem contar q nas comunidades e nas ruas, ja vi matar por muito menos, aliás! Por nada!

  3. Avatar

    Bia

    14 de janeiro de 2019 at 14:18

    Q palhaçada, se fosse o homem q esfaqueace a mulher iria preso em flagrante e ainda alegariam feminicidio…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.