Conecte-se conosco

Notícias

Em Piracicaba, pai mata marido da filha ao descobrir série de agressões

Rafael Fioravanti

Published

em

Um homicídio foi registrado em Piracicaba por volta das 16h15 desta quarta-feira (05), no Morumbi, ao leste do município. O crime ocorreu na esquina da Rua Doutor Jorge Augusto da Silveira com a Rua Jorge Zohlner.

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

De acordo com informações preliminares fornecidas pela Polícia Militar, uma mulher de identidade não revelada vinha sofrendo uma série de agressões por parte do marido nos últimos tempos. Assim que seu pai tomou ciência das agressões que a filha sofria, foi até a residência de ambos para tirar satisfações com o genro.

Já no local, houve discussão e o sogro acabou alvejando o genro com vários disparos de arma de fogo. Não foi possível apurar a quantidade de tiros efetuados.

O homem foi socorrido por populares até o Pronto Socorro do Piracicamirim, porém já chegou em óbito no local.

O Jornal PIRANOT segue em plantão e volta em breve com mais detalhes para anunciar o desfecho desta ocorrência.

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Foto: Wagner Romano / Jornal PIRANOT

Rafael é formado em jornalismo pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

Advertisement
23 Comentários

23 Comments

  1. Anônimo

    5 de dezembro de 2018 a 18:39

    Achei foi bem feito. Se o próprio pai nunca bateu na filha jamais ia admitir ela apanhar de homem. Nesse caso sou a favor. Um covarde a menos pra matar um a mulher. Cresci vendo meu pai bater na minha mãe depois na outra mulher e em mim tbm, carrego os traumas até hj com 35 anos nas costas. Sempre que vejo algo sobre isso vem um filme na minha cabeça.

  2. Flavio

    5 de dezembro de 2018 a 18:51

    Legitima defesa!

  3. Sapomga

    5 de dezembro de 2018 a 19:11

    Tem q ser assim msm, pois a justiça n vale merda nenhuma.

  4. Rosilda Teixeira

    5 de dezembro de 2018 a 19:38

    Bem feito, pra mostrar que na família dela tem homem que a defenda…homens safados, covardes… tem que enfrentar um homem de verdade

  5. Thais

    5 de dezembro de 2018 a 19:41

    Tá certo esse pai . Esses vagabundos que batem em mulher tenque morre tudo porque a polícia não protege nada

  6. Anônimo

    5 de dezembro de 2018 a 19:47

    Tá serto ninguém cria uma filha com amor e carinho pra vagabundo bater não ????????????????

  7. Anônimo

    5 de dezembro de 2018 a 20:06

    Eu tbem mataria, covarde.
    Infelizmente esse pai vai para cadeia.

  8. EDMILSON APARECIDO ALVES FERREIRA

    5 de dezembro de 2018 a 20:07

    Tá certo porque ninguém cria
    Filha pra pra alguém fazer de saco de pancadas eu também cresci vendo está covardia se não quer mais larga porra

  9. Selma

    5 de dezembro de 2018 a 20:38

    Quem procura acha simplesmente

  10. Anônimo

    5 de dezembro de 2018 a 20:55

    Eu faria o mesmo

  11. Anônimo

    5 de dezembro de 2018 a 21:33

    Se fosse com minha filha daria a mesma coisa

  12. Anonimo

    5 de dezembro de 2018 a 22:17

    Na verdade o sogro dele nem chegou a discutir com ele, só chegou e deu dois tiros a queima roupa no peito dele atingindo o coração

  13. Adriano Correia

    5 de dezembro de 2018 a 22:23

    Ainda bem que será julgado pelo tribunal do júri. Quem vai julga-lo são pessoas como nós, cidadãos cansados dessa justiça falha. Espero que o absolvam!

  14. Ana maria

    5 de dezembro de 2018 a 22:58

    Eu faria o mesmo

  15. The punisher

    5 de dezembro de 2018 a 23:33

    Parabéns ao pai dessa moça, um tranqueira a menos

  16. CRuzzi

    6 de dezembro de 2018 a 0:12

    Este cara deveria ganhar um almoço caro e não ser preso! Ele fez o que a policia não faz, afinal eu vi minha Mae chamar a policia inúmeras vezes para o meu pai e depois quando ele aprontou com outra esposa que chamou a policia para ele também e ele nunca perdeu emprego, foi preso ou passou 1 dia na prisão. O pai esta corretíssimo!

  17. D.Silva

    6 de dezembro de 2018 a 2:20

    O (homem) que bate em mulher não passa de um safado covarde.
    Se ela o denunciasse ele poderia atey ir preso, no entanto, no dia seguinte sairia da cadeia e na primeira oportunidade a mataria, pois este e o perfil do covarde.

  18. Anônimo

    6 de dezembro de 2018 a 6:12

    Parabéns pra esse pai.
    Menos um lixo vivo.

  19. Jesuel

    6 de dezembro de 2018 a 7:14

    Não condeno o pai desta mulher. Muito provavelmente ela seria mais uma na estatística de vítima de feminicidio.
    Antes esse covarde sem vida, que uma mulher indefesa.
    Meus parabéns a este pai!

    Jesuel

  20. Machado Olive

    6 de dezembro de 2018 a 10:34

    Meus parabéns a este pai.Simplismente defendeu oque e sangue dele, alguém ou a justiça pode não perdoar ele , mas tenho certeza que Deus e tão justo que ele não vai ser condenado nem na terra nem no céu…Paumas pra vc guerreiro que defendeu oque e seu com bravura.

  21. José Leonel

    6 de dezembro de 2018 a 11:45

    Parabéns para o pai ☠

  22. Anônimo

    6 de dezembro de 2018 a 12:37

    Parabéns a esse pai
    ..so defendeu sua filha…

  23. Anônimo

    13 de dezembro de 2018 a 7:06

    Eu sou pai também é não aceito judiar fé minhas filhas fica a dica é um toque de aviso .Não bata em minhas filhas pois ou você me mata ou com certeza te mando pro inferno.
    Parabéns pai de atitude eu faria a mesma coisa.nao esperaria o vagabundo tirar a vida de uma filha trabalhadeira e honesta e pau mesmo seus covardes um homem não bate em pessoas indefesas e sim os ajudas.covardes assim tem que que tomar vários na cara e no peito que é pra não voltar a esse mundo.e melhor matar um vagabundo e covarde desses do que ele tirar primeiro a vida de uma inocente .mais uma vês Parabéns pai de atitude. As. Jamil

Qual sua opinião?

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MAIS LIDAS

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.