Conecte-se conosco

Notícias

Secretaria da Saúde de Piracicaba alerta sobre cuidados com escorpiões

Rafael Fioravanti

Published

em

Por conta da proximidade do verão e das fortes chuvas, a Secretaria Municipal de Saúde de Piracicaba já começou a fazer alertas sobre os perigos de picada de escorpiões, que aumenta bastante nessa época do ano. A orientação é que, caso haja algum problema, o paciente procure imediatamente a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) mais próxima. “Na grande maioria dos casos, a solução está na própria unidade de saúde”, comenta a secretaria.

A médica Flávia de Sá Molina, coordenadora das Urgências e Emergências do município, explica que quando existe uma sintomatologia mais grave, o primeiro atendimento acontece na UPA, e, caso haja necessidade, “aí o paciente é encaminhado à Santa Casa de Piracicaba, referência em administração do soro antiescorpiônico em nossa região”.

Já a gravidade do quadro clínico depende de diversos fatores, como espécie, tamanho do animal, quantidade de veneno inoculado, número de picadas, massa corporal da vítima, sensibilidade ao veneno e, principalmente, tempo decorrido entre o acidente e tempo de atendimento médico.

“Os escorpiões existem e nós temos de aprender a conviver com eles de maneira segura. Isso requer alguns cuidados básicos, como manter os ralos fechados, o quintal sempre limpo, retirar os entulhos, evitar pilhas de telhas e madeiras, corrigir frestas nas paredes e investigar roupas e calçados antes de usá-los”, complementa Pedro Mello, secretário de Saúde do município.

Quando os escorpiões são desalojados, a tendência é que eles procurem novos abrigos, nem que tenham que invadir residências. Assim, acaba sendo comum eles se esconderem no meio de roupas, dentro de sapatos, em caixas de brinquedos, debaixo de tapetes e tanques de lavar roupa. Já quando falamos de áreas externas, os escorpiões geralmente dão preferência a terrenos com mato alto, margem de rio e locais com entulhos.

Especialistas afirmam também que a maior preocupação deve ser com as crianças, uma vez que, devido à pouca idade e massa corporal delas, 60% dos casos tende a terminar em óbito.

Caso alguém seja picado…

Deve-se procurar imediatamente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima. É importante também não passar nada na picada, apenas lavar com água e sabão.

Endereços das Unidades de Pronto Atendimento (UPA):

UPA Piracicamirim
Endereço: Rua Rio Grande do Norte nº 135
Telefone: (19) 3426-4973 / 3411-3100 / 3426-5973
Horário: 24 horas.

UPA Vila Cristina
Endereço: Rua Presidente Wenceslau Braz nº 69
Telefone: (19) 3434-2296 / 3434-9356 / 3402-2242
Horário: 24 horas.

UPA Vila Rezende
Endereço: Avenida Conceição nº 350
Telefone: (19) 3421-1439 / 3421-0676
Horário: 24 horas.

UPA Vila Sônia
Endereço: Rua Brigadeiro Eduardo Gomes nº 106
Telefone: (19) 3425-3284 / 3425-3598 / 3415-1450
Horário: 24 horas.

Em residências, devemos sempre:

  • Rebocar paredes eliminando vãos e frestas;
  • Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha;
  • Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas;
  • Telar as aberturas dos ralos, pias ou tanques;
  • Telar aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos calafetados;
  • Manter todos os pontos de energia e telefone devidamente vedados.

Em áreas externas, devemos sempre:

  • Manter limpos quintais e jardins, evitando acúmulo de folhas e lixo domiciliar;
  • Colocar lixo domiciliar em sacos plásticos ou recipientes fechados e entregá-lo sempre ao serviço de coleta. NUNCA jogue lixo em terrenos baldios;
  • Conservar terrenos baldios sempre limpos;
  • Eliminar fontes de alimento para os escorpiões, como baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados;
  • Evitar acúmulo de entulho;
  • Nunca caçar animais que ajudam no controle de escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos, como corujas, joão-bobo, etc; pequenos macacos; quati; lagartos; sapos e gansos;
  • NUNCA colocar fogo em terrenos baldios, visto que o fogo tende a desalojar os escorpiões;
  • Manter fossas bem vedadas, evitando, assim, uma possível proliferação de baratas e escorpiões.

Rafael é formado em jornalismo pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Possui experiência em redações e editoras literárias. Integra a equipe do jornal PIRANOT desde dezembro de 2017.

Advertisement
3 Comentários

3 Comments

  1. Anônimo

    7 de novembro de 2018 a 19:41

    Não adianta alertar, a prefeitura deveria fazer a dedetização, e limpar os terrenos de áreas verdes, que já liguei inúmeras vezes, porque na minha casa sempre tem, e simplesmente não fazem nada!

  2. Erika

    7 de novembro de 2018 a 19:50

    Não adianta alertar, a prefeitura tem que detetizar bueiros, áreas verdes que inclusive liguei inúmeras vezes, porque ao lado da minha casa tem terreno de área verde que ta cercado cheio de madeiras e entulhos, e sempre encontro escorpião em casa, e simplesmente não fazem nada!

  3. Mariza

    7 de novembro de 2018 a 20:33

    Esse histórico de escorpião é antigo mais ou menos 24 anos em Saltinho tinha muito

Qual sua opinião?

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MAIS LIDAS

error: Este conteúdo está protegido por direitos autorais.