Caso de homofobia em Piracicaba quase termina em morte

Publicado no dia 16/04/2018 às 17:43Por: Rafael Fioravanti

Piracicaba registrou um caso de homofobia na noite do sábado passado (14), no bairro do Piracicamirim, que quase terminou em morte. O caso aconteceu por volta das 18h15, na Avenida Rio das Pedras — um dos principais logradouros do bairro.

Segundo informações apuradas pela Polícia Militar, dois homossexuais foram abordados em plena avenida por um senhor já de idade que começou a xingá-los com palavras de baixo calão. As ofensas continuaram por mais alguns minutos, quando, em determinado momento, o senhor sacou uma arma, apontou para eles e acionou o gatilho.

O caso só não teve um fim trágico, posto que o revólver falhou.

Aproveitando-se da situação, os homossexuais relataram ainda que partiram para cima do agressor a fim de se defenderem. Enquanto um segurava o indivíduo, o outro se aproveitou para desarmá-lo. Não houve troca de tiros.

A Polícia Militar foi acionada ao local, porém o agressor se evadiu antes da chegada dos policiais.

Posteriormente

Com a chegada dos policiais, a arma foi apreendida e apresentada à autoridade plantonista do 1º Distrito Policial. As investigações do caso ficarão a cargo do 6º DP da cidade.

Os homossexuais — um de 24 anos e outro de 22 — foram conduzidos ao Pronto Socorro do Piracicamirim, onde receberam atendimento médico.

A arma apreendida era uma pistola Beretta de calibre 6.35. Um cartucho realmente encontrava-se picotado.

Acompanhe o Piranot

Quer saber o que acontece em Piracicaba e região? Então, clique aqui e baixe o nosso aplicativo para celular, nós te manteremos informado.