DIG e DISE prendem em Piracicaba sujeito responsável por homicídio

Publicado no dia 13/04/2018 às 10:38Por: Rafael Fioravanti

A Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) prendeu na manhã de ontem (12), em Piracicaba, o indivíduo responsável por matar um homem nas proximidades do Teatro Municipal. A prisão foi feita por volta das 10 horas, em conjunto com a DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

Foto: Polícia Civil.

Segundo informações apuradas pelo jornal PIRANOT, assim que a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) tomou ciência do caso, ainda na noite do crime, obteve rapidamente uma foto do indiciado. Através da foto, as equipes investigaram o caso e apurou-se que o indivíduo chamava-se José.

Foi um policial da DISE que descobriu, tempos depois, que o indivíduo investigado na verdade não se chamava José, mas Fernando — e que ele fazia uso indevido do nome de seu irmão. Com o nome correto do indiciado em mãos, os investigadores realizaram uma nova apuração do caso e descobriram que a namorada do indiciado residia à Rua Visconde do Rio Branco, no bairro Alto, próximo à região central da cidade.

Policiais civis da DISE e do setor de homicídios foram até o local, realizaram um cerco e realmente encontraram Fernando em um dos quartos do imóvel.

Ao ser questionado pelos agentes, o indivíduo confessou o crime, revelou ter usado uma barra de ferro para a execução da vítima, e revelou também onde escondera o respectivo objeto usado no crime. O criminoso recebeu prisão em flagrante delito por homicídio doloso, devido às diligências terem sido ininterruptas desde o momento do crime.

O crime

Um homem de 39 anos foi assassinado na noite de quarta-feira (11), em Piracicaba. O homicídio ocorreu às 23h30, nas proximidades do Teatro Municipal da cidade.

Segundo informações apuradas pelo jornal PIRANOT, uma longa gritaria teve início na rua de trás do Teatro Municipal “Dr Losso Neto”. Uma equipe da Guarda Civil, responsável pelo patrulhamento da área, foi apurar o que acontecia e flagrou um indivíduo caído ao solo. Ao lado dele, uma mulher desesperada clamava por socorro.

A mulher comentou aos guardas que era esposa da vítima. Segundo ela, seu marido se desentendeu com um homem e eles rapidamente começaram a brigar fisicamente. Em determinado momento da briga, o agressor passou a desferir uma série de golpes no pescoço de seu marido. A causa da briga ainda não foi esclarecida.

Após a briga, ela e seu marido ensanguentado ainda conseguiram correr um quarteirão, mas ele acabou caindo morto no cruzamento da Avenida José Micheletti com a Rua Gomes Carneiro.

O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, porém constatou a vítima já em óbito no local. A vítima apresentava perfurações no pescoço e sangue por toda a roupa. Dois pedaços de pau com marcas de sangue também foram recolhidos na cena do crime.

A vítima tinha 39 anos, trabalhava como pintor e era natural de Rio Claro.

Foto: Polícia Civil.

Foto: Polícia Civil.

Acompanhe o Piranot

Quer saber o que acontece em Piracicaba e região em tempo real? Então, clique aqui e baixe o nosso aplicativo para celular, nós te manteremos informado.