Corpo de jovem encontrado no rio Piracicaba é sepultado

Corpo de jovem encontrado no rio Piracicaba é sepultado

.

O corpo do jovem encontrado ontem (20) no Rio Piracicaba já foi trasladado para Itapevi, sua cidade natal, situada na Grande São Paulo.

Tharlles José da Silva, de 21 anos, se afogou no Rio Piracicaba por volta das 15h30 de domingo (18), após escorregar nas pedras próximas à Casa do Povoador.

Foto: Facebook.

Segundo informações apuradas pelo jornal PIRANOT, a vítima foi ao rio no domingo acompanhada de mais dois familiares. Os três ficaram nas margens do local, andando sobre as pedras, e, em determinado momento, decidiram entrar na água. Foi aí que os três começaram a se afogar.

Um senhor próximo deles, que andava de barco pelo rio, conseguiu resgatar dois dos jovens que se afogavam; Tharlles, por conta das correntezas, infelizmente não pôde ser salvo.

O Corpo de Bombeiros compareceu ao local no domingo e patrulhou o Rio Piracicaba pelo resto do dia à espera de encontrar o jovem. Com o anoitecer, as buscas tiveram de ser interrompidas e foram retomadas na manhã de segunda (19), perdurando o dia todo. A equipe só conseguiu encontrar o corpo do jovem nesta manhã de terça, por volta das 07h30.

Não entrem no Rio Piracicaba!

É comum, com todo esse calor que anda fazendo no município, as pessoas procurarem se refrescar em lagos, represas, e principalmente, no rio. Mas fica o alerta: por mais bonito que o rio seja, ele é perigoso e já ceifou a vida de muitas pessoas.

No começo deste ano, a Defesa Civil (em parceria com o Corpo de Bombeiros) instalou placas de alerta sobre o risco de afogamento para quem insiste em desafiar o perigo nadando no Rio Piracicaba. Foram confeccionadas 20 placas e 16 já foram colocadas às margens do Rio Piracicaba.

As placas — com os dizeres “Perigo: Risco de Afogamento” — podem ser encontradas, por exemplo, próximas à rampa do largo dos Pescadores, na rua Moraes Barros, na antiga estação de captação de água, no lado oposto da avenida Renato Wagner; próximas ao Museu da Água; próximas à Ponte Pênsil; e também próximas à Casa do Povoador.

As placas foram colocadas nos locais onde as pessoas mais se afogam, de acordo com estudo feito pela Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e pelo Instituto Beira Rio. Novamente fica o alerta: não entrem no rio.

Em caso de afogamento, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado através do telefone 193.

Acompanhe o Piranot

Quer saber o que acontece em Piracicaba e região? Então, clique aqui e baixe o nosso aplicativo para celular, nós te manteremos informado.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também