O temido Hospital Espírita "Cesário Mota Júnior", o 'hospício' de Piracicaba

O temido Hospital Espírita “Cesário Mota Júnior”, o ‘hospício’ de Piracicaba

.

Fechado na década de 90, o Hospital Espírita “Cesário Mota Júnior”, com sede às margens da Rodovia Geraldo de Barros, distrito de Santa Terezinha, em Piracicaba, fez parte da história de Piracicaba.

Hoje a coluna “Nossa História” vai falar sobre essa instituição.

Foto: Google Maps

A construção

O hospital começou a ser erguido em 1973 e terminou 10 anos depois. Ele contava com dois prédios e tinha ao todo 500 leitos.

O objetivo da instituição era atender pessoas com problemas mentais e espirituais.

Os prédios eram divididos por alas. A azul era para pessoas que não eram agressivas. Já a rosa para aquelas que eram agitadas.

Os quartos tinham quatro camas e um banheiro.

O nome

Dr. Cesário Motta Júnior era o nome de um espiríto que incorporava o médico Emílio Petrim, que fazia parte da equipe do hospital.

Dias de hoje

O prédio encontra-se sem função, mas recentemente as suas ruínas tem sido usadas por praticantes de airsoft, um jogo desportivo de simulações de operações policiais, militares ou de mera recreação com armas de pressão que atiram projéteis plásticos não letais.

O local atualmente pertence a uma empresa privada.

Próxima coluna

O que você acha que deve ser mostrado aqui na “Nossa história”? Que fato você gostaria de recordar? Escreva sua sugestão e envie para o e-mail [email protected]

 

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também