Trotes ao SAMU de Piracicaba crescem 33% em 2017

Trotes ao SAMU de Piracicaba crescem 33% em 2017

.

Foto: Arquivo

De janeiro a 25 de outubro de 2017 houve aumento de 33,6% no número de ligações telefônicas para o Samu 192, comparado ao mesmo período do ano passado. Em 2016 foram 76.638. Este ano, já somam 102.396.

No entanto, a esmagadora maioria dos telefonemas não é pedido de ambulâncias para atendimentos de urgência e emergência médica, como deveria ser, mas sim, enganos, pedidos de informação e, o mais grave, trotes.

Enquanto em 2016, no período, os enganos e pedidos de informação correspondiam a 43.651 ligações, neste ano são 68.506, crescimento de 56,9%, o que correponde também a quase 67% do total das ligações ao serviço.

Os trotes também dispararam. Em 2016 eram 3.505. Este ano atingiram 5.774, um crescimento de 56,9%. Normalmente, essa ligações impróprias são efeturadas por crianças e adolescentes com a finalidade de diversão.

Flávia de Sá, coordenadora das Urgências do Município (UPAs 24 horas, Samu e regulação dos leitos de urgência), diz que a população precisa se sensibilizar e mudar radicalmente a conduta. “Para obter informações sobre os serviços públicos, as pessoas precisam aprender a ligar ao  SIP 156. O Samu deve ser exclusivo para os casos de socorro médico”, afirmou.

“Imagine você precisando falar com a equipe do Samu para socorrer alguém da sua família e o telefone está ocupado por causa de trote ou engano? Muitas vezes, o tempo que perdemos com esse tipo de ligação é o que precisamos para salvar vidas”, enfatizou a coordenadora.

O apelo de Flávia vai para os pais e responsáveis: “Fiquem atento às brincadeira dos seus filhos e os orientem sobre o risco de brincar com algo tão sério, que é o serviço 192. Com a colaboração da sociedade, poderemos oferecer um serviço cada vez mais ágil e eficiente, salvando vidas”, concluiu.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também