Em seis meses, Câmara de Piracicaba aprova 142 proposituras pela saúde pública

Em seis meses, Câmara de Piracicaba aprova 142 proposituras pela saúde pública

.

Foto: Divulgação

Durante o primeiro semestre de 2017, a Câmara de Vereadores de Piracicaba aprovou 142 proposituras em defesa da saúde pública na cidade. Levantamento apresentado pelo vereador Rerlisson Rezende (PSDB), aponta que foram encaminhadas ao Executivo Municipal 116 indicações e 24 requerimentos e ainda aprovados dois projetos de lei.

“Algumas pessoas usam inverdades para criticar a Câmara e se não tomarmos partido essas posições se tornam ‘verdades’”, disse Relinho.

O vereador é autor do requerimento 444/2017, apresentado em regime de urgência na noite desta quinta-feira (3), com o objetivo de cobrar da Prefeitura de Piracicaba maior transparência nas diversas ações tomadas pelo Legislativo com o intuito de contribuir na gestão da rede pública de saúde. “Tivemos vários questionamentos por conta da votação do Plano Plurianual (PPA) e fazem política eleitoreira para criticar o posicionamento do vereador”, disse.

Relinho rebate as informações, divulgadas na imprensa e em rede sociais, de que os parlamentares não atuem em defesa da rede pública de saúde. “Eu estou trazendo aqui todas as proposituras que eu votei, todas elas dentro da legalidade e de diversos vereadores”, disse, ao citar iniciativas dos colegas para exigir maior investimento na saúde em Piracicaba.

Ainda na discussão do requerimento 444/2017, o vereador Lair Braga (SD) parabenizou o vereador Relinho, ao lembrar que o assunto é pertinente. “Isso, mentir, é fazer política de uma forma desleal e não verdadeira”, disse, ao citar a votação do PPA 2018-2021. “Quando se estampa que vereadores não aprovam 50 leitos, não avisam o leitor de que isso poderia prejudicar a coleta de lixo na cidade”, informou.

“Não vamos permitir que uma mentira se torne verdade”, enfatizou Lair Braga. “Todos têm o direito de vota contra ou a favor, mas sejam leais, procurem saber a verdade”, finalizou.

APROVADO – O requerimento 444/2017 foi aprovado nesta quinta-feira (3) e questiona se há, por parte da Prefeitura de Piracicaba, um canal de divulgação sobre os encaminhamentos feitos pela Câmara sobre as demandas na saúde e também na educação. O vereador Relinho cita, ainda, que no primeiro semestre deste ano, foram apresentadas 56 proposituras em defesa do ensino público na cidade, dividido entre 52 indicações e 4 requerimentos.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também