Com apoio da França, Piracicaba vai ganhar Centro de Formação na área de saneamento

Com apoio da França, Piracicaba vai ganhar Centro de Formação na área de saneamento

.

Foto: Divulgação

“Hoje é um dia muito importante para o saneamento, esse convênio. É o ponta pé inicial para que toda a região possa ter acesso a essa capacitação, com apoio do governo francês por meio da Hydrus, para que Piracicaba consiga ser tornar um polo de desenvolvimento e formação tecnológica”, declarou o presidente do Semae José Rubens Françoso.

Na manhã desta quarta-feira (7) teve inicio o curso de capacitação sobre mudanças climáticas e o impacto nos serviços de água e esgoto, no auditório do Museu da Água. Na ocasião aconteceu a assinatura do protocolo de intenção para a instalação de um Centro de Formação, Qualificação e Capacitação para cursos técnicos voltados a questão do tratamento de água e esgoto. Além do presidente do Semae, o prefeito Barjas Negri e o presidente da Hydrus, Newton Lima Azevedo, assinaram o protocolo.

“Estamos trazendo um processo continuo de capacitação. Chegou o momento que a sociedade de que se posicionar, o nosso objetivo é o envolvimento da sociedade, já passou o tempo de achar que cada um ficando no seu quadrado, resolve o problema, a soma da solução de cada quadrado não dá a soma do processo como um todo, a água hoje transborda e invade a sociedade, invade a agricultura, invade a industria, invade a questão da energia, invade o planejamento urbano, e essa abordagem nos temos condições de trazer com vários cursos para Piracicaba, segundo Newton Lima Azevedo.

De acordo com o prefeito, Barja Negri, o tema água já está sendo debatido, mas ressalta a importância das iniciativas. “Hoje faremos esse debate sobre as mudanças climáticas, e essa foi uma ideia que surgiu há algum tempo, estamos pegado o carro andando e debatendo com a sociedade, aqui em Piracicaba e região. Todos nós saímos de uma crise hídrica sem precedentes na história, isso é, evidentemente as mudanças climáticas, que tem ocorrido de forma constante. O Brasil tem uma grande tarefa que é de universalizar o saneamento básico, milhões de pessoas hoje não tem coleta de esgoto, nem água potável, Piracicaba é uma exceção, aqui nós temos 100% de água encanada, praticamente 100% de coleta de esgoto e 100% de esgoto tratado do coletado, estamos no topo do ranking de saneamento, em qualquer indicador nacional, mas o sistema precisa ser eficiente, o sistema tem perdas, o sistema gasta energia excessivamente, se a gente não tiver um debate sobre a qualificação profissional, um treinamento, a orientação dos técnico diretos, e demais funcionários de autarquias e empresas de saneamento básico, a gente continuará eternamente perdendo e hoje é um marco, pois se inicia novos projetos para melhorar a eficiência dos gestores”, declarou o prefeito.

O curso de capacitação “Mudança climática e o seu impacto na ocupação dos serviços municipais de água e esgoto”, acontece nos dias 07 e 08 de junho, em parceria com o HYDRUS-Brasil/OIEAU, é gratuito e envolve de 25 a 30 participantes, conta com o apoio do Ministério Francês do Meio Ambiente da Energia e do Mar. O objetivo da Prefeitura de Piracicaba, do Semae e do HYDRUS-Brasil/OIEAU é trazer conhecimentos para os gestores de companhias municipais de água e esgoto da necessidade de adaptações à mudança climática no Brasil e na América Latina.

.

“Hydrus-Brasil”
A Associação HYDRUS-Brasil/OIEAU é uma entidade sem fins lucrativos, que nasceu da parceria Lima Azevedo e Office International de l´Eau (OIEAU), com a finalidade de formar, qualificar e capacitar profissionais do setor de saneamento no Brasil e na América Latina. A proposta HYDRUS-Brasil/OIEAU diferencia-se por oferecer módulos curtos de conteúdo prático, desenvolvidos conforme necessidade dos clientes.

Encontram-se em fase final os estudos para a implantação, em Piracicaba, de um Centro de Formação, Qualificação e Capacitação munido de plataformas técnicas de redes de água e esgoto, estações piloto de tratamento de água e de esgoto, laboratórios, oficinas técnicas, e salas de aula, tendo como referência as instalações do Office International de l´Eau (OIEAU) em Limoges e La Souterraine na França, com formadores e instrutores capacitados pelo Office International de l´Eau e com cursos totalmente customizados atendendo a realidade brasileira.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também