Morre o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, aos 95 anos

.

Arns era conhecido por sua intensa luta pelos direitos humanos – Foto: Reprodução

Morreu nesta quarta – feira (14), o Cardeal e Arcebispo Emérito de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns. O religioso tinha 95 anos e estava internado desde o ultimo dia 28, em decorrência de uma broncopneumonia. Segundo o hospital Santa Catarina, Arns morreu às 11h45 por falência múltipla dos orgãos.

O comunicado da morte de Arns foi feito em nota divulgada pela Arquidiocese de São Paulo. O arcebispo metropolitano, Dom Odilo Scherer, afirmou em nota que Arns “entregou sua vida a Deus, depois de tê-la dedicado generosamente aos irmãos neste mundo”.

O velório de D. Evaristo acontecerá na Catedral da Sé, no Centro de São Paulo, e terá duração de 48 horas. Seu sepultamento deverá na cripta da catedral.

.

Leia na integra a nota divulgada pela Arquidiocese de São Paulo:

“Comunico, com imenso pesar, que no dia 14 de dezembro de 2016 às 11h45, o Cardeal Paulo Evaristo Arns, Arcebispo Emérito de São Paulo, entregou sua vida a Deus, depois de tê-la dedicado generosamente aos irmãos neste mundo.

Louvemos e agradeçamos ao “Altíssimo, onipotente e bom Senhor” pelos 95 anos de vida de Dom Paulo, seus 76 anos de consagração religiosa, 71 anos de sacerdócio ministerial, 50 de episcopado e 43 anos de cardinalato.

Glorifiquemos a Deus pelos dons concedidos a Dom Paulo, e que ele soube partilhar com os irmãos. Louvemos a Deus pelo testemunho de vida franciscana de Dom Paulo e pelo seu engajamento corajoso na defesa da dignidade humana e dos direitos inalienáveis de cada pessoa.

Agradeçamos a Deus por seu exemplo de Pastor zeloso do povo de Deus e por sua atenção especial aos pequenos, pobres e aflitos. Dom Paulo, agora, se alegre no céu e obtenha o fruto da sua esperança junto de Deus!

Convido todos a elevarem preces de louvor e gratidão a Deus e de sufrágio em favor do falecido Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns. Convido também a participarem do velório e dos ritos fúnebres, que serão realizados na Catedral Metropolitana de São Paulo”.

Informar Erro
Leia também