Vereadores de Capivari viram réus por uso de veículo oficial em evento do PT

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Ministério Público de Capivari abriu inquérito público contra os vereadores Telêmaco Tonetti Borsari (Tetê Borsari), PSD; Mateus Scarso (PMDB) e Domingos Antonio Cláudio – Bolinha (PMDB) pela utilização de forma irregular de veículo oficial do legislativo de Capivari para visita ao então pré-candidato ao governo estadual pelo PT, Alexandre Padilha, que esteve em Piracicaba, em pré-campanha eleitoral, em fevereiro de 2014. O processo 1001845102016 foi aberto pela promotora Luciana Ross Gobbi Benetti no último dia 5 de julho, após denúncia do eleitor Ricardo dosSantos, feita ainda em 2014. Os três vereadores foram intimados durante a sessão da Câmara Municipal da noite desta segunda-feira, 01 de agosto.

Tetê Borsari é primo do prefeito de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira, que está preso na Penitenciária de Tremembé (SP), por suspeita de participação em um esquema fraudulento de desapropriações de imóveis. Já Mateus Sacarso é proprietário do “Jornal da Cidade”. Com a intimação, os três passam a ser réus, a partir de agora, respondendo por improbidade administrativa, devido ao uso irregular do veículo oficial em evento do PT.

Caso condenados, os três vereadores ficarão inelegíveis e, portanto, proibidos de concorrer a qualquer cargo público.
Durante toda sessão em que foram intimados, os três vereadores se mantiveram calados, não fazendo qualquer pronunciamento durante o pequeno expediente. Agora, com a abertura deste inquérito, os três vereadores estarão sendo intimados a prestar novos esclarecimentos à Justiça.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também