Busca por atestado seria a causa de superlotação de UPA em Piracicaba

Busca por atestado seria a causa de superlotação de UPA em Piracicaba

Foto: Você no Pira
Foto: Você no Pira

Usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) do distrito de Santa Terezinha, em Piracicaba, enfrentaram problemas no começo dessa semana. Uma superlotação na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Sônia tirou a paciência de alguns.

Na última segunda-feira, o PIRANOT recebeu reclamações de leitores que relatavam que aguardaram três horas e meia para ser atendidos. “Só começaram a chamar depois que me revoltei e comecei a fotografar”, disse Talita Duba.

Procuramos a Secretaria de Saúde ontem e ela justificou a demora. “O que ocorre normalmente às segundas-feiras é um movimento atípico em função de muita gente buscar atestados médicos e acabar sobrecarregando as UPAs. Ontem, especificamente na Vila Sônia, houve ainda um problema com a internet da unidade, que forçou que as fichas fossem preenchidas manualmente, gerando lentidão no atendimento.”

Outra reclamação que recebemos foi a de Werner Bragaia. Ele se queixou da demora para conseguir uma vaga para a internação de um parente menor de idade. “Meu sobrinho tem passado desde sábado pela UPA com dores na perna. Já foi atendido por três médicas, está chorando de dor, mas ninguém sabe o que é. Suspeita-se que é trombose. Ontem [segunda-feira] internaram ele lá, mas está aguardando desde então uma vaga para ser encaminhado ao hospital, porém está demorando”, reclamou.

O portal de notícias solicitou um boletim médico do adolescente, mas a secretaria alegou que não poderia divulgar por ele ser menor. No começo da noite de ontem o paciente foi transferido para um hospital. A espera pela vaga foi de 26 horas.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também