Vaga em UTI em Piracicaba chega a demorar até três dias, denuncia vereador

Vaga em UTI em Piracicaba chega a demorar até três dias, denuncia vereador

Foto: Paulo Ricardo dos Santos / Câmara de Vereadores de Piracicaba
Foto: Paulo Ricardo dos Santos / Câmara de Vereadores de Piracicaba

O vereador Ronaldo Moschini (PPS), que é médico, disse estar “temeroso” com a situação das UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) da cidade. Ao ocupar a tribuna da Câmara nesta segunda-feira, 22, na 37ª reunião ordinária, ele disse que solicitará intervenção do prefeito Gabriel Ferrato (PSDB) com as provedorias das instituições.

Segundo o parlamentar, a espera por uma vaga na UTI é de 12 horas, mas em Piracicaba leva-se três dias. Moschini disse que entre quatro e seis pacientes permanecem entubados nas salas de emergências das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) à espera da transferência para as UTIs. “A realidade do município é triste, principalmente para nós, médicos”, declarou.

Ele esteve de plantão no último sábado, sem condições de receber um paciente grave, pois faltavam respiradores nos hospitais. A ação deve ser imediata, lembrou ele, destacando ainda deficiência nas enfermarias. “Muitas vezes a cobrança recai sobre os vereadores”, disse, ao destacar ainda que Piracicaba dá suporte aos pacientes dos municípios vizinhos, entre eles Santa Maria da Serra, São Pedro, Águas de São Pedro e Capivari.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também