Notícia falsa sobre homicídio em shopping de Piracicaba movimenta a internet

Notícia falsa sobre homicídio em shopping de Piracicaba movimenta a internet

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Pessoas mal intencionadas provocaram, mais uma vez, uma onda de boatos pelas redes sociais, em especial pelo aplicativo de celular Whatsapp, com a veiculação de um vídeo acompanhado de um texto sem procedência.

A informação de um homicídio em um shopping da cidade de Piracicaba – SP começou a circular por volta das 17 horas. O PiraNOT recebeu o vídeo e analisou as imagens, mas verificou que não se tratava do centro de compras da cidade em questão. Em buscas pela internet, verificou-se que o vídeo é referente a outro homicídio ocorrido no último dia 29, em Aparecida de Goiânia – Goiás.

Na ocasião, um homem de 38 anos matou a namorada, a tiros, na praça de alimentação do Buriti Shopping. Ainda não se sabe o que motivou o crime. Após balear a mulher, o homem tentou se matar, atirando contra a própria cabeça. No entanto, ele foi socorrido pela corporação e levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

Boatos tem sido a principal diversão de pessoas mal intencionadas na cidade. Desde o final do ano passado, diversas histórias sem nexo foram compartilhadas por inúmeras pessoas inocentes sem verificar a procedência do publicador / autor. Muitos compartilham pensando ser verdade. Para ver ainda mais o ‘circo pegar fogo’ outros dizem que estavam no local e confirmam a situação gerando pânico nas redes sociais que refletem na vida cotidiana das pessoas.

Para o diretor do PiraNOT, Júnior Cardoso, é muito importante, antes de compartilhar qualquer material, verificar a fonte. “Nossa cidade está virando uma cidade de boatos. É triste dizer isso, mas as pessoas daqui tem acreditado em coisas absurdas sem antes fazer um raciocínio lógico” e completa “Acredito que os piracicabanos precisam começar a selecionar melhor as suas fontes de informação e repudiar, talvez até denunciar para a polícia quem está gerando essas falsas notícias” disse.

Cardoso teme que o pior aconteça na cidade. “Vendo o caso de Guarujá, onde uma mulher inocente teve uma foto compartilhada juntamente com uma notícia sobre bruxaria que supostamente envolvia crianças em rituais ‘negros’, acabou sendo linchada pela população, vejo que isso pode ocorrer em Piracicaba também. Boatos graves desde a época da caçada do ‘maniaco sexual’, em Setembro, vem ocorrendo” diz ele que ressalta. “É importante que a população tome ciência da gravidade de seus atos, mesmo que só em ver essas falsas informações, pois mais cedo ou tarde a tragédia pode ocorrer. Quem vai querer ser culpado por julgar e fazer até algo pior com um inocente?” diz.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também