Opinião: Igrejas disputam horário na TV e esquece de seus rebanhos

Opinião: Igrejas disputam horários na TV e esquece de seus rebanhos

As igrejas Evangélicas as vezes assustam com o gasto exagerado com compras de espaços em emissoras de televisão onde não tem uma alma viva para assisti-los.
Na disputa entre igrejas de quem tem mais espaço na TV, pastores compram horários á preço de ouro multiplicado por mil.
A mais nova gastança foi feita pela igreja Universal do Reino de Deus que comprou horários do canal 21 a cabo e das madrugadas da Band, ambos pertencentes ao grupo Bandeirantes.

Segundo a Revista Veja, para comprar os horários, a Igreja de Edir Macedo vai desembolsar por ano R$ 140 milhões de reais que representa 15% do faturamento anual da Band, a quarta maior emissora brasileira.

Nessas horas, nós do povo ficamos imaginando se não haviam maneiras melhores para investir essa quantia uma vez que sabemos que muitos fiés que frequentam não só a Universal, mas diversas outras, passam necessidades e são obrigadas á bater em outras portas em busca de um quilo de feijão.

Dizendo em busca de almas, os líderes dessas igrejas talvez tenham um só objetivo. A disputa de poder. Quem pode pagar mais? Qual igreja tem mais poder financeiro?
Nessa quem perde é o pobre fiel que iludido investe seu dismo em egos de pastores, mas cuidado para que eles não virem o que hoje conhecemos como políticos.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também