Exames teriam confirmado que família de PMs foi dopada antes de morrer

Exames teriam confirmado que família de PMs foi dopada antes de morrer

O apresentador Reinaldo Gottino revelou informações extra-oficiais sobre o caso da chacina na família de PMs. De acordo com o jornalista, a perícia no computador da casa mostrou que alguém fez buscas na internet sobre “como dopar uma pessoa”. E os exames toxicológicos confirmaram que o pai, a mãe, a avó e a tia-avó foram dopados antes de serem executados. Nos dois casos, os laudos não foram emitidos oficialmente, mas as informações já foram repassadas à alta cúpula da polícia. Se confirmados, os dados podem dar mais sustentação à tese de que o garoto Marcelo, de 13 anos, matou toda a família e depois se suicidou.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também