Não é ficção: Sistema de Inteligência dos EUA existe, mas por que o espanto?

Não é ficção: Sistema de Inteligência dos EUA existe, mas por que o espanto?

Nos últimos meses um jovem corajoso desafiou os Estados Unidos e comprovou o que todo mundo já sabia através de seriados e filmes americanos.
O Sistema de Inteligência dos EUA não é apenas uma delegacia simples como as do Brasil. Lá, os departamentos são de investigações aprofundadas com direito á escuta telefônica, rastreamento de dados de sites, provedores e servidores da internet.

A ficção que acreditávamos até então e que ficávamos bobos em ver nos cinemas existe… mas por que o espanto agora com a comprovação de tal ato?
Uma pesquisa antiga publicada logo quando o escândalo veio á público, apontou que 48% dos americanos concordam com o jeito do governo de monitorar a população para garantir á segurança do país que é, por sua história e poder, vítima com frequência de atentados terroristas.

Com tudo, o escanda-lo trouxe á tona a discussão de até onde nós podemos ser monitorados para conseguir um pouco de paz… ou então, se vale tudo pela segurança… ou até mais, estaria o EUA muito á frente dos outros países tecnologicamente ou então, seria realmente uma invasão de privacidade tudo isso?

Mesmo entendendo o lado da população que se sente constrangida tendo os seus dados monitorados pelo governo, se eu morasse nos Estados Unidos também seria á favor das investigações, pois, não teria paz para sair na rua, pois, em minha mente viria as lembranças do atentado ás Torres Gêmeas no dia 11 de Setembro e do Atentado de Boston recentemente.
Sem falar nos jovens loucos que gostam de entrar em faculdades e escolas atirando em todo mundo que vê pela frente.

Se com todo esse esquema de segurança ainda existe violência no país, talvez é o momento de investir mais ainda nesses e outros sistemas de monitoramento para evitar atos terroristas e garantir á paz de todo mundo.

Informar Erro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo.

Leia também