Quatro linhas de ônibus sofrerão mudanças de horários e trajetos em Piracicaba

Foto: Divulgação / Semuttran

Quatro linhas de ônibus de Piracicaba vão passar por mudanças a partir da próxima semana. São elas a “404 – Boa Esperança”, “007 – Nova América”, “101 – Jardim Monumento” e “321 – Vila Cristina”.

De acordo com a Prefeitura de Piracicaba, as mudanças na linha 404 visam atender o Residencial Parque Ypês e Piracicaba I, II e III. Os horários foram alterados e entram em vigor no domingo (20). Confira na tabela a seguir:

No caso da linha 007, ela deixa de passar pela Rua XV de novembro e vai atender nos dois sentidos, ida e volta, a Santa Casa. Também houve alterações nos horários que entrarão em vigor a partir de segunda-feira (21). Veja os detalhes na tabela a baixo:

As alterações na linha 101 são no trajeto e horários. Já na 321, as mudanças são apenas nos horários dos dias úteis. Veja os detalhes nas tabelas a seguir:

 

Por | 18/08/2017|

Final de semana terá tempo nublado e chuvoso em Piracicaba

Foto: Arquivo

O tempo segue chuvoso neste final de semana em Piracicaba. Os dados são da Clima Tempo.

Para o sábado (19), a previsão é de sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite. Mínima de 17° e máxima de 30°.

Já para o domingo, sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos nublado com chuva a qualquer hora. Mínima de 19° e máxima de 24°.

A chuva segue apenas até segunda-feira. A partir de terça, o tempo deve firmar até o final do mês, porém os dias devem ser nublados e mais frescos.

A previsão para a próxima semana você confere no domingo na capa do PIRANOT. O endereço é www.piranot.com.br. Leia o site também pelo nosso aplicativo, disponível para Android e iOS.

 

Por | 18/08/2017|

Homem rasga BO, agride mulher de novo e acaba na cadeia em Piracicaba

Foto: Divulgação

A viatura 15 da Patrulha Maria da Penha da Guarda Civil de Piracicaba prendeu no começo da noite de ontem (17), no bairro Minas Novas, um homem que havia acabado de agredir a esposa.

De acordo com a guarnição, um chamado às 18h30 ao telefone 153 deu conta do crime. No local, os guardas Fabrício, Matheus e Beatriz foram informados pela vítima informou que além da agressao, o homem fez também ameaças de morte contra ela e seus filhos.

No dia anterior, a mulher esteve na Polícia Civil onde registrou um boletim de ocorrência que o agressor ao recebebé-lo rasgou.

Ainda de acordo com a Guarda, após o conhecimento do caso, as partes foram encaminhadas ao plantão policial onde o homem ficou preso sem direito a fiança.

Clique aqui e continue lendo nossas notícias.

Por | 18/08/2017|

Idosa morre após queda acidental em Piracicaba

Foto: Wagner Romano / PIRANOT

Mais uma morte acidental foi registrada pela Polícia Civil de Piracicaba. A vítima é uma idosa de 75 anos moradora do bairro Piracicamirim.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma funcionária do Hospital dos Fornecedores de Cana comunicou, na madrugada de ontem (17), o óbito da idosa alegando que a mesma deu entrada naquela unidade de saúde no dia anterior vítima de uma queda acidental.

No dia 13 você leu aqui no PIRANOT que um homem de 36 anos teve morte cerebral após cair no banheiro de uma casa em Piracicaba. Relembre este caso clicando aqui.

 

Por | 18/08/2017|

Aprovado projeto que regulamenta atribuições da Guarda Civil de Piracicaba

Foto: Fabrice Desmonts/Câmara

A regulamentação de novas atribuições pela Guarda Civil do Município (GCM) foi aprovada na 44ª reunião ordinária da Câmara, nesta quinta-feira (17), após as explanações do secretário de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, e da tenente Lucineide Maciel Corrêa, comandante da corporação. A propositura recebeu 19 votos favoráveis e dois contrários.

O projeto amplia as funções da GCM, que abrangerá a aplicação de medidas administrativas, a autuação por infrações e todas as demais atribuições no exercício regular da polícia administrativa no trânsito de Piracicaba. Caberá ao comando a organização interna do efetivo para execução das novas atividades.

Akira e Lucineide se reuniram com os parlamentares para apresentar detalhes das mudanças na reunião de segunda-feira, 14, quando houve suspensão de expediente da reunião ordinária. A principal preocupação do presidente Matheus Erler (PTB) era em orientar da forma correta a população, por isso foi solicitado que retornassem à Câmara nesta quinta. A própria Associação dos Guardas Civis de Piracicaba é favorável ao texto, conforme manifestou na segunda o presidente Marcos Sergio de Jesus Ramos.

Além do projeto de lei complementar 11/2017, a pauta da 44ª reunião ordinária contou com um projeto de lei complementar, cinco moções e 14 requerimentos em discussão única, três projetos de lei em segunda discussão, um projeto de emenda à lei orgânica e oito projetos de lei em primeira discussão.

O advogado Homero de Carvalho ocupou a tribuna popular para falar sobre o tema Violência Doméstica. O vereador Pedro Kawai (PSDB) entregou a moção 82/2017, ao Pelotão da Guarda Civil, enquanto João Orlando Pavão, provedor da Santa Casa de Misericórdia de Piracicaba, esteve no plenário para explanar sobre a saúde no município, por força do requerimento 449/2017, do vereador Ary Camargo de Pedroso Jr. (SD).

 

CONTRA – Cerca de 500 leitores do PIRANOT no Facebook participaram de uma pesquisa e mais de 422 deles se disseram contra o projeto aprovado pela Câmara. O projeto é o mais polêmico após o do Semae, onde parte da população pediu a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito).

Veja a enquete e comentários clicando aqui.

Por | 18/08/2017|

Terminal Vila Sônia recebe obras na plataforma de embarque

Foto: Justino Lucente/CCS

As obras do novo Terminal Vila Sônia (TVS) já avançaram para a implantação do novo piso na plataforma de embarque. O trabalho teve início esta semana com aplicação da base, em bica corrida (aplicação de pedra britada) e, após essa etapa, será feita a concretagem. A previsão é concluir essa etapa em até 10 dias.

A rede de drenagem e captação de águas de chuva da cobertura já foi concluída, assim como a superguia – divisória que fica a 28 cm do piso para facilitar o embarque dos passageiros deixando a plataforma mais próxima do nível da porta do ônibus -, já foram instaladas. A infraestrutura da parte elétrica, rede de dados e cobertura em policarbonato também foram concluídas.

O bloco de apoio, que abriga a segunda bilheteria, salas, sanitários feminino e masculino, vestiário, banheiro familiar, banheiro para pessoas com deficiência e ostomizados, recebe pisos e azulejos e assentamento de caixilhos.

O módulo comercial, ao lado da entrada principal do Terminal, teve a fundação concretada e foi iniciada a alvenaria. O espaço abrigará seis boxes comerciais.

Na entrada principal, além dos serviços de acabamento interno, foi iniciado o assentamento de pastilhas. Esse espaço, com dois andares, vai abrigar, além da bilheteria principal, o posto da Guarda Municipal, sala de quadros e energia, refeitório e banheiro para funcionários e pessoal do administrativo.

No bloco de apoio aos motoristas são instalados de piso e pias. O local abriga vestiários, banheiros, refeitório e estacionamento para funcionários.

A construção do novo TVS integra o projeto dos corredores de ônibus e tem investimento de R$ 6,7 milhões. Os serviços são realizados pela empresa Construtora e Pavimentadora Concivi. A estrutura vai passar de uma área de 5.000 m2 para 10.207 m2. Com isso, sua capacidade de atendimento aos usuários do transporte coletivo em Piracicaba, que hoje é de 89 mil/mês, será dobrada. A previsão de entrega do novo terminal é neste semestre.

MOVIMENTADO – De acordo com o Departamento de Transportes Públicos da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran), o Terminal da Vila Sônia é o segundo maior em movimento na cidade hoje, com 89 mil usuários/mês. Fica atrás, apenas, do Terminal Central de Integração (TCI), que recebe passageiros de todos os terminais – Pauliceia, Piracicamirim, Cecap, São Jorge e Vila Sônia – e atende 488 mil usuários/mês.

O investimento em sua modernização, que vai dobrar a área do terminal e também a capacidade de atendimento, que será de aproximadamente 180 mil pessoas/mês pelos próximos 30, 40 anos, é justificado pela expansão da região de Santa Teresinha, onde está localizado.

ATENDIMENTO PROVISÓRIO – Durante as obras, o atendimento foi transferido para uma unidade provisória na avenida Euclides Figueiredo, entre as ruas Altino Arantes e Fernando Prestes, a cerca de 450 metros do atual. O local provisório conta com oito baias de estacionamento das linhas, cobertura junto aos boxes de embarque e na área de banheiros e bilheteria, em uma extensão de 140 metros ao longo da avenida Euclides Figueiredo. Durante esse período, o trecho da avenida Euclides Figueiredo, entre as ruas Altino Arantes e Fernando Prestes, permanecerá fechado para o trânsito, sendo utilizado somente pelos coletivos.

Por | 18/08/2017|

Justiça do Trabalho nega pedido da Unimep para suspender greve

Foto: Marcus Vinícius da Costa / PIRANOT

O dia foi agitado ontem (17), no que se refere a greve de funcionários e docentes da Unimep. Após um protesto pelas ruas de Piracicaba e de uma audiência pública, funcionários receberam uma boa notícia: a justiça negou o pedido do IEP (Instituto Educacional Piracicabano), que tentou forçar o fim do movimento.

Conforme informou anteontem (15) o PIRANOT, o instituto entrou com uma ação na Justiça do Trabalho alegando falta de acordo e que os grevistas não estariam cumprindo com a lei, mantendo pelo menos 30% do serviço, o qual seus advogados acharam essencial para a sociedade.

O IEP solicitou ainda para a justiça uma liminar que obrigasse os seus funcionários e docentes a voltar ao trabalho por não terem cumprido um prazo de 72 horas de aviso de greve.

O desembargador Edmundo Fraga Lopes negou os pedidos dizendo que não considera essencial o serviço prestado pela Unimep e determinou a realização de uma audiência de consciliação para a próxima terça-feira (22), às 10h30.

Foto: Câmara de Piracicaba

MANIFESTAÇÃO – Com guarda-chuvas, capas protetoras, carros de som, palavras de ordem e cartazes que reivindicavam a autonomia universitária da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), uma passeata organizada por docentes e alunos da instituição de ensino superior e do Colégio Piracicabano teve como ponto final a Câmara, na tarde desta quinta-feira.

O protesto teve como alvo a Rede Metodista de Educação, mantenedora dos dois estabelecimentos, e foi impulsionado pelas palavras de ordem “A nossa luta é todo dia; educação não é mercadoria!”, “Fora, Rede” e “Unificou estudante, funcionário e professor”. Mais de 200 pessoas participaram do ato.

Os manifestantes saíram da frente do Colégio Piracicabano, na rua Rangel Pestana, e seguiram pelas ruas Governador Pedro de Toledo e XV de Novembro até a Alferes José Caetano, onde ocorreu, às 14h, a reunião pública para debater a crise que a Unimep e o Colégio enfrentam por conta da relação com a Rede Metodista.

Eles reclamam que as ações da mantenedora e a perda da autonomia da universidade afetaram as práticas administrativas, acadêmicas e financeiras. As consequências atingem tanto professores e funcionários ––que sofrem com atraso no pagamento de salários e férias, falhas no recolhimento do FGTS e a não disponibilização do holerite até o quinto dia útil do mês (como previsto pela Convenção Coletiva de Trabalho)–– quanto alunos, que não conseguem efetuar matrícula, receber boletos de mensalidade, emitir históricos escolares ou regularizar contratos de estágio devido à implantação do novo sistema de dados pela Rede Metodista.

Ana Lúcia, bibliotecária do Colégio Piracicabano, conta que os funcionários da escola enfrentam as mesmas dificuldades que os da Unimep, com exceção do sistema implantado na universidade.

A professora Regina Rivero comenta que o Colégio lida com “quase os mesmos problemas da Unimep”. “A gente não tem autonomia, não existe diálogo. A única diferença é que nosso sistema de computação está funcionando”, afirma.

Alunos do Colégio que manifestaram apoio ao protesto e à greve dos professores iniciada no último dia 8 acrescentam que, para os estudantes do terceiro ano do Ensino Médio, “está bem difícil”. “No começo do ano, disseram que podíamos fazer a matrícula até um dia antes do início das aulas e, quando a galera foi fazer dez dias antes, falaram que não aceitavam mais alunos. Deram a justificativa de que não havia mais alunos para entrar, mas havia alunos para entrar e não tinha vaga. A gente pedia resposta para a diretora da Rede e ela dizia que ia dar, mas nunca dava.”

O grupo cita também que turmas foram juntadas sem que professores e alunos fossem avisados. “Soubemos uma semana antes e professores que deixaram de aceitar outras oportunidades, em outras escolas, foram prejudicados, porque aqueles que teriam quatro aulas terão menos.” Os estudantes afirmam que o problema persiste desde o início do ano.

AUDIÊNCIA PÚBLICA – Em um ato à altura da história de 53 anos da Unimep, cerca de 300 pessoas foram à Câmara, após a manifestação, mostrar apoio à greve e manifestar repúdio à Rede Metodista de Educação, grupo mantenedor da escola de ensino superior e do Colégio Piracicabano.

A reunião pública, no salão nobre na Câmara, foi convocada pelo presidente Matheus Erler (PTB) e pelos parlamentares que compõem a Comissão de Educação, Esportes, Cultura, Ciência e Tecnologia: o presidente Maestro Jonson (PSDB), o relator Paulo Campos (PSD) e o membro Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB).

Tanto o salão nobre quanto o hall externo foram ocupados por apoiadores do movimento. A reunião pública foi antecedida por um protesto, em frente à Câmara, realizado por dezenas de manifestantes que partiram em passeata desde o Colégio Piracicabano, com carros de som, palavras de ordem e faixas com os dizeres “Fora, Rede”, “Autonomia universitária”, “A Unimep é de Piracicaba” e “Não é salário, é autonomia”.

Vereadores, professores, funcionários e alunos de ambas as instituições e representantes de entidades de classe, associações e sindicatos uniram-se para cobrar a abertura de diálogo com a Rede Metodista e solidarizar-se com o professor Márcio de Moraes, que, no último dia 11, foi destituído do cargo de reitor da Unimep pela direção do grupo.

Convidada pela Câmara a participar da reunião pública, a Rede Metodista não enviou nenhum representante, o que gerou vaias do público. O diretor-geral do grupo, Robson Ramos de Aguiar, foi duramente criticado.

Além de restringir o diálogo com professores e funcionários da Unimep e pagar-lhes com atraso salários e férias, a Rede Metodista é alvo de reclamações pela implantação de um novo sistema interno de gerenciamento de dados da universidade.

Desde a mudança, alunos não estão conseguindo efetuar matrícula (o que impede a compra de passes escolares e o registro em estágio obrigatório), receber boletos de mensalidade (causando a perda de descontos), emitir históricos escolares e aderir a seguros de vida para estagiários. Já os professores não estão tendo acesso a informações relativas ao Fies e ao Prouni, às suas turmas de alunos e ao registro de ponto e de frequência às aulas.

Em quase duas horas e meia, o ato na Câmara abriu espaço para a fala de 18 autoridades e do público presente. Pela Unimep, discursaram o reitor destituído Márcio de Moraes, o presidente do Sindicato dos Professores de Campinas e Região, Carlos Virgilio Borges, o presidente da Adunimep (Associação dos Docentes da Unimep), Milton Schubert, o presidente da Associação dos Funcionários do Instituto Educacional Piracicabano, David Wesley Marques, o diretor da Faculdade de Direito da Unimep, Jarbas Martins Barbosa de Barros, e a representante dos alunos Nathália Navarro.

A reunião pública definiu ações em defesa da Unimep. Erler informou que a Câmara vai apresentar moção em favor da recondução do professor Márcio de Moraes ao cargo de reitor da universidade e propôs a criação de um fórum em defesa da instituição. “Trabalharemos de forma conjunta com alunos e professores para que a Unimep saia deste momento difícil”, afirmou o vereador.

Diretora do Departamento Administrativo-Financeiro da Câmara e aluna do 10º semestre do curso de Direito na Unimep, Kátia Garcia Mesquita propôs a elaboração de um abaixo-assinado em apoio à volta do reitor Márcio de Moraes. (Para aderir à petição on-line, basta clicar aqui e preencher os campos obrigatórios.)

Os presidente do Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba), Wagner da Silveira, e do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região, José Antonio Fernandes Paiva, ofereceram apoio logístico para o movimento grevista se deslocar a São Paulo para pressionar a Rede Metodista a abrir diálogo. “Quando falamos que estamos juntos, é porque mexeu com vocês, mexeu com a gente”, disse Paiva, sob aplausos.

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Piracicaba, Jefferson Goularte, disse que a entidade foi procurada por professores do curso de Direito da Unimep com a proposta de que seja criada uma comissão para acompanhar o caso.

Já o secretário municipal de Trabalho e Renda, Evandro Evangelista, colocou “a Prefeitura como um todo à disposição” dos manifestantes. Ele disse que o secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro, também é solidário à greve.

Além de Erler, Maestro Jonson, Paulo Henrique e Paulo Campos, estiveram presentes na reunião pública os vereadores André Bandeira (PSDB), Gilmar Rotta (PSDB), Nancy Thame (PSDB), Osvaldo Schiavolin, o Tozão (PSDB), e Pedro Kawai (PSDB).

Também compareçam ao ato o coordenador do curso de Direto da Unimep, José Renato Martins, o presidente da Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba), João Manoel dos Santos, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Piracicaba, Fânio Luis Gomes.

MAIS APOIO – O Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba (Conespi) decidiu ontem apoiar a greve de professores, funcionários e alunos da Unimep em encontro da executiva com diretores da Associação dos Funcionários do Instituto Piracicabano e Sindicato dos Auxiliares em Administração Escolar de Piracicaba.

O encontro, como explica Juca dos Metalúrgicos, foi a pedido dos diretores e em função da grandiosidade da Unimep e pelo fato de sindicatos filiados ao Conespi terem convênios com a Universidade que garantem descontos aos trabalhadores associados. “A Unimep está sendo encampada”, disseram os dirigentes sindicais da universidade.

No encontro, eles relataram os fatos que levaram à deflagração do movimento, por falta de negociação com professores e funcionários de um acordo de benefícios desde 2014, além da convenção coletiva das categorias, e que foi ampliado com a demissão do reitor Márcio de Moraes.

O Conespi decidiu apoiar o movimento e encaminhar documento ao diretor-geral do instituto, Robson Ramos de Aguiar, para que as negociações sejam reabertas, com funcionários, professores e alunos da Universidade, que tem história com Piracicaba.

 

Por | 18/08/2017|

Sem ganhadores, concurso 1682 da Dupla-Sena acumula

Ninguém acertou os seis números dos dois sorteios da Dupla-Sena na noite desta quinta-feira dia 17 de agosto de 2017. O prêmio acumulou então em R$ 2.1 milhões.

De acordo com a Caixa, no primeiro sorteio saíram os números 03, 05, 15, 28, 44 e 46. Já no segundo, 05, 06, 19, 20, 32 e 42.

Mais de 20 mil pessoas que acertaram entre 3 e 5 números vão receber de R$ 1,91 a R$ 3.358,56.

O próximo sorteio ocorrerá no sábado (19).

A Dupla-Sena é sorteada às terças, quintas e sábados, sempre às 20h. O preço da aposta varia de R$ 2 para seis números assinalados até R$ 10.010 para 15. No último caso, 5.005 jogos serão gerados.

Confira o resultado de outros jogos da Caixa clicando aqui.

 

Por | 17/08/2017|

Concurso 1071 do Timemania não tem ganhador e prêmio acumula em R$ 3,7 milhões

Ninguém acertou o concurso 1071 do Timemanina nesta quinta-feira, 17 de agosto de 2017, e o prêmio acumulou em R$ 3,7 milhão. 29.608 apostas acertaram o time do coração, o Grêmio/RS e vão embolsar R$ 5.

De acordo com a Caixa, os números sorteados são 05, 12, 20, 23, 50, 66 e 76.

Quase 40 mil apostas que acertaram entre 3 e 6 números vão receber de R$ 2 a R$ 15.438,66.

O valor do jogo é de R$ 2 e o próximo sorteio ocorrerá no sábado (19).

Confira o resultado de outros jogos da Caixa clicando aqui.

Por | 17/08/2017|

Ninguém acerta o concurso 4458 da Quina e prêmio acumula

O concurso 4458 da Quina, sorteado nesta quinta-feira 17 de agosto de 2017, não teve nenhum ganhador e o prêmio acumulou em R$ 1.3 milhões. A informação é da Caixa.

Os números sorteados foram 06, 09, 11, 34 e 53.

Embora ninguém ter acertado os cinco números, mais de 196 mil pessoas acertaram entre 2 e 4 e vão receber prêmios que vão de R$ 2,01 até R$ 3.433,27.

 

Na Quina, o apostador seleciona de 5 a 15 números dentre os 80 disponíveis no volante. Ganham prêmios os acertadores de 2, 3, 4 ou 5 números.

 

São 6 sorteios semanais de segunda-feira a sábado. As apostas custam R$ 2.

Confira o resultado de outros jogos da Caixa clicando aqui.

 

 

Por | 17/08/2017|

Bebê se afoga e é salva por policiais em Piracicaba

Foto: Divulgação

Policiais Militares de Piracicaba salvaram na noite de ontem (16), uma bebê de apenas dois meses que havia se afogado durante a amamentação no bairro Itapuã.

O afogamento ocorreu quando a vítima recebia leite por uma mamadeira com suplementos. Assustada, a mãe acionou o 190 e uma viatura foi deslocada ao local. Durante esse tempo, a mulher recebeu orientação por telefone para realizar a manobra para fazer o bebê vomitar, mas não conseguiu.

Os policiais chegaram até a residência a tempo e salvaram a vítima.

Por | 17/08/2017|

Raízen tem 19 processos seletivos abertos para Piracicaba

Foto: Júnior Cardoso / PIRANOT

Uma das mais importantes empresas de Piracicaba, a Raízen está com 19 vagas de emprego na cidade. O envio do currículo é feito online pelo site da empresa.

As novas vagas são para Analista de Automação Sr., Analista Contratos Pleno, Especialista em Comercialização de Energia, Coordenador de Suprimentos, Analista Tributário Sênior, Analista Contábil Pl e Analista de Gestão e Performance de contratos Pleno.

Há ainda vagas mais antigas, já noticiadas aqui no PIRANOT como para Operador de COI (Operador de Produção E2G III), Analista de Processos de RH Jr., Analista de Processos de RH Pl., Analista Contábil Sr., Engenheiro Industrial Pleno com foco na Manutenção Mecânica, Supervisor de Produção Industrial – E2G, Especialista em Biomassa, Analista de Suprimentos Sênior, Analista de Suprimentos Jr., Analista de Métricas Sênior (Indicadores), Analista de Monitoramento Logístico e Analista de Programação e Entrega.

Para conhecer os detalhes destas vagas acesse http://www.raizen.com.br/trabalhar-na-raizen-1.

A próxima coluna de emprego para Piracicaba sairá no domingo (19).

Duvidas em como enviar o currículo?

Veja o vídeo com instruções:

Por | 17/08/2017|
Carregar mais conteúdo