Sinfônica abre Virada Cultural de Piracicaba com concerto caipira

Foto: Divulgação

A música erudita e o sertanejo raiz embalam a abertura da Virada Cultural Paulista em Piracicaba, evento do Governo do Estado de São Paulo em parceria com a Secretaria da Ação Cultural. A celebração entre os estilos musicais fica aos cuidados da Orquestra Sinfônica de Piracicaba (OSP) e do instrumentista Ivan Vilela na viola brasileira.

A apresentação está marcada para as 18h de sábado (27), no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central. Antes, às 15h, acontece ainda o ensaio geral, também aberto ao público. A entrada é gratuita.

Sob regência do maestro Jamil Maluf, diretor artístico e regente titular da Sinfônica de Piracicaba, o concerto começa com O Moldávia, obra do ciclo Minha Pátria, o poema sinfônico mais conhecido do compositor checo B.Smetana. Na sequência, a OSP apresenta a Suíte nº 1, extraída da ópera Carmen, a mais famosa do francês Georges Bizet.

Já as cinco peças selecionadas para a apresentação com o solista Ivan Vilela são Tristeza do Jeca, de Angelino de Oliveira, Saudade de Minha Terra, de Goiá e Belmonte, e Menino da Porteira, de Ted Vieira e Luizinho, além de A Força do Boi e Armorial, ambas de autoria de Vilela. As orquestrações são de Renato Kefi.

Segundo o maestro piracicabano Jamil Maluf, a inclusão da viola caipira no repertório demonstra a versatilidade do conjunto sinfônico, que já apresentou estilos como jazz e o chorinho. Maluf lembra que em 2014, quando Vilela tocou com a OSP pela primeira vez, a reação da plateia foi de êxtase. “Piracicaba valoriza a música raiz e faz questão de manter suas tradições. A presença de Ivan Vilela é mais que oportuna, pois este ano Piracicaba completa 250 anos de fundação, sendo esse concerto uma forma de homenagem à cidade.”

.

O SOLISTA – Ivan Vilela dedica-se, há três décadas, à pesquisa sobre as manifestações da cultura popular em Minas Gerais e em São Paulo. É professor da Escola de Comunicação e Artes da USP e dirige a Orquestra de Viola Caipira de São José dos Campos.

Realiza, desde 1996, concertos e conferências em países como Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Bélgica, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Portugal. Foi indicado a importantes prêmios da música brasileira, como o Prêmio IBAC de Cultura Popular, Prêmio Rival-BR, Prêmio Sharp, Prêmio Movimento, Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) e Medalha Carlos Gomes, da Prefeitura Municipal de Campinas.

.

#MINHAOSP – Em todos os concertos da temporada, a Sinfônica permite, ao final da apresentação, durante o Bis, que o público utilize smartphones para registrar em fotos, vídeos ou transmissão ao vivo (lives). As postagens nas redes sociais devem ser feitas com a hashtag #MinhaOSP.

 Os recursos da Temporada 2017 são provenientes da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio das secretarias da Ação Cultural e de Educação, e conta com o apoio do Jornal de Piracicaba, Revista Arraso, Rádio Educativa FM,

Cultura Artística, Oscip Pira 21, Grupo Pizzinatto e Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle (Empem).

Como forma de colaborar com as entidades atendidas pelo Fundo Social de Solidariedade, a OSP incentiva a doação de fraldas geriátricas.

 

Por | 25/05/2017|

Hyundai terá barracão na Festa das Nações e homenageará Piracicaba pelos 250 anos

Foto: Divulgação

A Hyundai Motor Brasil participa, pelo oitavo ano consecutivo, da Festa das Nações de Piracicaba como patrocinadora e também com a doação do veículo que é o prêmio da rifa realizada pelas entidades participantes do evento. No fim de semana (20 e 21/05), o Pavilhão Hyundai contará com atividades para arrecadação de recursos destinados ao Fundo Social, exposição de veículos da marca e homenagens ao município, que comemora 250 anos de fundação em 2017.

Exclusivamente no sábado (20), acontece a ação de inspeção veicular gratuita, denominada “Hyundai Before Service”, que contribui para a segurança no trânsito ao verificar itens básicos de automóveis de todas as marcas, como parte das iniciativas da Hyundai que apoia o “Maio Amarelo”, movimento mundial em favor da segurança viária. No mesmo dia, os visitantes também podem fazer um exclusivo test-drive do Hyundai Creta, SUV compacto lançado em janeiro deste ano.

Foto: Divulgação

“Este ano, prestamos uma homenagem aos 250 anos de Piracicaba, cidade onde operamos nossa fábrica desde 2012, com brincadeiras temáticas e exposição de fotos sobre a história do município. Além disso, em 2017, comemoramos também os cinco anos de venda do HB20, produzido localmente com muito orgulho. Participar deste grande evento solidário é contribuir diretamente para as atividades sociais da cidade, pois toda a arrecadação de nossas ações é destinada ao Fundo Social”, comenta Mauricio Jordão, gerente de Relações Públicas e Imprensa da Hyundai Motor Brasil.

O carro doado pela Hyundai para a rifa é o HB20 1.0 Comfort, ano-modelo 2017, com preço sugerido de R$ 42.500,00. Na sexta, sábado e domingo, o veículo ficará em exposição na área externa do Engenho Central, próximo ao palco principal da festa. Também próximo ao palco, em uma área de 700 m², funcionará durante o fim de semana o Pavilhão Hyundai, com brincadeiras ao custo de R$ 5,00.  Os recursos serão destinados ao Fundo Social e revertidos em fraldas geriátricas. Ano passado, toda a verba arrecadada foi convertida em medicamentos que foram doados ao Banco de Remédios da Pasca (Pastoral da Criança e do Adolescente).

Foto: Divulgação

Dentro da programação artística da festa, a Hyundai e o Consulado Geral da Coreia do Sul trazem apresentações culturais típicas para o palco principal no sábado, a partir das 19h30. A música contemporânea K-POP e danças coreografadas estão entre as atrações.

Por | 17/05/2017|

Tetracampeão mundial de paracanoagem de velocidade estará na Festa das Nações

Foto: Divulgação

Pela segunda vez na Festa das Nações, o projeto Experimentando Diferenças está em Piracicaba e recebe a presença do atleta paralímpico Fernando Fernandes durante o coquetel de abertura da edição 2017. O evento, exclusivo para a imprensa e convidados, tem início às 20h30 e acontece nesta quarta-feira (17), no Barracão 14 do Engenho Central, logo após o início oficial da festa.

Fernandes é padrinho do Experimentando Diferenças e tem uma trajetória incrível no esporte adaptado de canoagem de velocidade (K1 masculino A), acumulando os títulos de tetracampeão mundial (2010, 2011, 2012, 2013), tricampeão sul-americano, bicampeão pan-americano e tetracampeão brasileiro.

O atleta chegou a profissionalizar-se no futebol, lutou boxe amador e teve uma sólida carreira como modelo internacional – quando participou, em 2002, do reality show Big Brother Brasil. Em 2009, ele sofreu um acidente de carro e perdeu os movimentos das pernas. Desde então, dedicou-se à canoagem.

“Estava passeando num shopping e vi de longe uma quadra, cadeiras de rodas, algo diferente. Era uma apresentação ao público do que é o esporte paralímpico. Fiquei fascinado. Entrei na quadra, joguei basquete, e daí em diante me juntei ao projeto, que se tornou parte da minha vida. A acessibilidade não é fazer uma rampa em uma calçada, mas, sim poder acessar todas as oportunidades, de estudar ou trabalhar. A Caixa tem este papel de apoiar quem se propõe a isso”, destaca Fernandes sobre o Experimentando Diferenças, que tem o patrocínio das Loterias da Caixa.

No ano passado, a primeira edição do projeto teve seu recorde histórico de público e, mais uma vez, o Experimentando Diferenças funciona na Festa das Nações, que acontece entre os próximos dias 17 e 21. A arena cenográfica com 180 metros quadrados terá basquete em cadeira de rodas, futebol com os olhos vendados, bocha desportiva, games e corrida em cadeiras de rodas. Além dos monitores, que circulam o tempo todo pela arena apoiando os visitantes, o projeto conta com a participação de paratletas profissionais.

As visitas gratuitas poderão ser feitas na quinta-feira (18) e sexta-feira (19), das 19h às 22h; sábado (20) e domingo (21), das 11h às 22h. “Vamos atender também a excursões pedagógicas em horários especiais”, conta Fernando Rigo, CEO do projeto. “Na quinta-feira e sexta-feira, haverá um horário especial das 9h às 17h, fora do horário da festa, exclusivamente para atendimento a escolas e entidades previamente cadastradas”, explica.

Segundo Rigo, o projeto foi criado com a proposta inovadora de fazer com que o maior número de pessoas experimentasse as modalidades do paradesporto e que, ao vivenciarem essa realidade, se sensibilizassem para as potencialidades e conquistas dos atletas paralímpicos brasileiros. “Como uma iniciativa inclusiva, o Experimentando Diferenças partilhou processos de aprendizagem e conscientizou a sociedade sobre os desafios das pessoas com deficiência. O projeto consiste em levar às grandes cidades do país atividades esportivas em arenas montadas nos shoppings ou espaços de grande fluxo e diversidade social. Como resultado da iniciativa, o projeto vem contribuindo para uma maior conscientização e aceitação, proporcionando formação ética e social e favorecendo novos comportamentos”, define.

Tomando como base o sucesso da edição do projeto no ano passado, em Piracicaba, quando mais de 2.000 pessoas foram atendidas nos cinco dias de festa, as expectativas de Rigo são as melhores possíveis. “O evento em Piracicaba detém o nosso recorde nacional de atendimento em um único dia – 1.194 participantes! A expectativa é superar esse recorde e atender 5.000 pessoas”, afirma.

.

RECONHECIMENTO E PRÊMIO – Entre 350 inscritos de todo o Brasil, o Experimentando Diferenças foi escolhido como o projeto vencedor do Programa CAIXA Melhores Práticas em Gestão Local, edição 2015/2016, que busca reconhecer e valorizar experiências bem-sucedidas e que melhoram a qualidade de vida das pessoas por todo o país.

Iniciada em 1999, a premiação é inspirada no programa da ONU (Organização das Nações Unidas) As Melhores Práticas e Lideranças Locais (Best Practices and Local Leadership Programme).

Por | 17/05/2017|

Caterpillar monta estúdio fotográfico e proporciona viagem virtual pelo mundo na Festa das Nações

Foto: Divulgação

Uma novidade para quem visitar a Festa das Nações neste ano é a ação que a Caterpillar vai promover durante os dias do evento. Os visitantes podem fazer uma foto ambientada em um dos países representados na festa, como Estados Unidos, Itália e Reino Unido.

A fotografia é feita com o país escolhido como cenário de fundo no estúdio montado pela Caterpillar. O visitante também pode postar a imagem no mesmo momento em suas mídias sociais pelo painel digital disponibilizado no local. O estúdio estará localizado ao lado da Barraca Brasil Sul e em frente à Barraca do Reino Unido. Essa interação oferecida aos visitantes pretende aumentar a experiência das pessoas com a festa e contribuir para propagá-la em toda a região.

A ação é gratuita e, ao participar, os visitantes ainda podem indicar uma entidade de preferência para a Caterpillar reverter um valor como doação, o que será feito logo após o encerramento da festa. “Essa é mais uma contribuição da Caterpillar em prol das entidades que participam da Festa das Nações, com a missão de levantar os fundos que servem de importante fonte de renda para viabilizar o trabalho social e assistencial que realizam”, explica Andrea Park, diretoria de assuntos corporativos da Caterpillar.

Foto: Divulgação

Outra ação promovida pela empresa neste ano foi, com a ajuda de algumas das entidades em visita à Caterpillar, promover a participação dos funcionários como voluntários na festa. “Conseguimos a adesão de várias famílias; sabemos que os voluntários exercem um papel fundamental na realização da festa. Estamos felizes por ajudar a promover mais essa ação social em Piracicaba, especialmente no ano em que a cidade celebra seus 250 anos de fundação”, conclui Andrea. A Caterpillar é hoje uma das principais patrocinadoras da Festa das Nações.

Foto: Divulgação

Por | 16/05/2017|

Menores de 16 anos só poderão entrar na Festa das Nações com os pais

A entrada e permanência de menores de 16 anos na 34ª Festa das Nações será permitida somente com o acompanhamento de seus pais, responsáveis legais ou por terceiros maiores de 18 anos devidamente autorizados. A decisão, assinada pelo juiz Rogério de Toledo Perri, da Vara da Infância e da Juventude de Piracicaba e publicada na última sexta-feira (12), foi tomada com base em um requerimento da Procuradoria-Geral do município ao magistrado solicitando a expedição do Alavará de Menores,  documento que estabelece as condições para o ingresso de menores de idade e que é exigido à realização de todos os eventos, públicos ou privados, realizados na cidade.

O ingresso dos menores junto de seus pais ou responsáveis legais será feito com a apresentação de documentação simples comprovando o parentesco – RG, Certidão de Nascimento, dentre outros. Para a entrada acompanhada por terceiros maiores de idade – como tios, primos, vizinhos, pais de colegas de escola etc -, será exigido um Termo de Autorização, que deverá ser preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis legais dos menores, indicando o nome e outras informações da pessoa responsável, válido apenas para o dia correspondente do evento.

O Termo de Autorização já encontra-se disponível para download no site da Festa das Nações, no www.festadasnacoespiracicaba.com.br.

A decisão complementa as ações já tomadas pela prefeitura e pela organização da Festa das Nações quanto ao consumo de bebidas alcoólicas por menores de idade. Todos os restaurantes participantes já têm determinações quanto à proibição. As restrições encontram-se amparadas pela lei estadual 14.592, de 2011, que proíbe a venda, oferta, fornecimento, entrega e permissão ao consumo de bebida alcoólica por menores de 18 anos.

Por | 15/05/2017|

Espetáculo no SESI Piracicaba reflete com drama e bom humor a falência dos sonhos

Foto: Divulgação

A constatação da falta de sentido para tudo na vida, retratada pelos atores Flavia Pucci e Joelson Medeiros, é o enredo de Uma Noite Sem o Aspirador de Pó, espetáculo que faz duas apresentações no Teatro do SESI Piracicaba neste final de semana. Os ingressos para as sessões de sábado, dia 13 de maio, às 20h, e domingo, dia 14, às 19h, estão disponíveis para reserva gratuita no sistema Meu SESI (www.sesisp.org.br/meu-sesi).

O espetáculo traz à tona as desilusões e os fracassos sem perder o tom do humor patético, do suspense e das surpresas em cena. Um vizinho bate na porta do outro, dando início a uma relação inusitada, profunda e engraçada.

Ela, uma mulher à beira de um ataque, trancada em seu mundo lúdico. Ele, um escritor paralisado pelos seus pensamentos repetitivos. Entre a solidão e o estranhamento há a possibilidade de celebrar a vida e os encontros, redefinir valores e caminhar em direção à mudança e a aproximação.

O texto de Priscila Gontijo, jovem autora no cenário da dramaturgia nacional, é atual no sentido que traça um paralelo claro em relação a esse paradoxo moderno: a vida pautada cada vez mais na tecnologia e no fluxo de informação em rede em confronto com o isolamento social nas grandes cidades. Se de um lado a sociedade contemporânea traz facilidade de acesso, liberdade de opinião e escolhas e mais oportunidade para o desenvolvimento científico e tecnológico, no outro há uma rápida transição de valores, relacionamentos descartáveis, distanciamento entre as pessoas, o empobrecimento das relações afetivas e uma supervalorização do consumo.

A história é, antes de tudo, uma celebração à vida e aos encontros inesperados entre pessoas de universos deferentes que podem, juntas, redefinir valores e caminhos.

Por | 11/05/2017|

Recital gratuito Jovens Pianistas ocorre hoje (05), em Piracicaba

Foto: Divulgação

Com o objetivo de estimular a formação de novos talentos da música erudita, a Empem, Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle, promove o Recital Jovens Pianistas, que ocorre no dia 5, às 19h30, na sede da escola. Apresentam-se 20 alunos, a partir de 11 anos, das professoras Luciane Penati e Rosélys Alleoni. No repertório, há obras dos compositores Clementi, Mozart, Rachmaninoff, Shumann e Villa-Lobos. A entrada é gratuita e as vagas são limitadas à capacidade de 250 lugares da Sala Dr. Mahle.

Segundo a professora Luciane Penati, esse tipo de apresentação é importante para a formação pessoal e musical dos alunos: “é por meio dela que o adolescente, ou jovem adulto, vai se desenvolver e aprender como se apresentar em público. Isso pode deixá-lo preparado para outros momentos da vida como, por exemplo, quando tiver que apresentar um trabalho ou palestra”.

Para a professora Rosélys Alleoni, os jovens que têm contato com a música sabem reconhecer a beleza, são mais humanos, sensitivos, generosos e gentis. “Eles percebem como a vida é bela e, principalmente, sabem exatamente o que querem dela”, diz Rosélys.

Foto: Divulgação

ANOTE – Recital Jovens Pianistas. Dia 5 de maio, às 19h30, na Sala Dr. Mahle, na sede da Empem (Rua Santa Cruz, 1155, bairro Alto – Piracicaba/SP). Entrada gratuita. Informações: (19) 3422-2464.

Por | 05/05/2017|

Cecílio Elias Netto homenageia os 250 anos de Piracicaba com lançamento de livro

Foto: Divulgação

O jornalista e escritor Cecílio Elias Netto lança no próximo sábado (dia 6), às 10 horas, o livro Piracicaba, a Florença Brasileira (Belas Artes Piracicabanas), com prefácios assinados pelo senador Fausto Longo, da República Italiana, e pelo crítico de arte Marcelo Batuíra. A revisão é do jornalista Evaldo Vicente. A edição tem apoio cultural da Caterpillar, Cosan, Mefsa e Raízen e do Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura.

A cerimônia de lançamento será na Capela de São Pedro, no bairro Monte Alegre, com participação do Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica de Piracicaba (Paola Redivo e Luis Fernando Dutra, violinos; Iriz Costa Felippe, viola, e Bruno Belluco, violoncelo). Durante entrevista coletiva na manhã de hoje (3), o escritor entregou o primeiro exemplar do livro ao prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, e aos patrocinadores.

A capelinha, que no interior possui obras do pintor Alfredo Volpi, é tema de um dos capítulos do livro. Seu projeto arquitetônico foi inspirado na igreja dos Santos Caterina e Prospero, de Bozzano, região da Toscana, Itália, terra natal de seu idealizador, o empresário Pedro Morganti.

.

“Uma Colmeia de Artistas”

 

Cecílio Elias Netto explica que o nome da obra é uma metáfora. “A variedade e a qualidade de nossos pintores e artistas identificaram-nos como naturais e moradores da Florença Brasileira. Não se trata de comparação, ‘como a Florença’, pois isso seria e continuaria sendo mentira. Chamaram-nos de ‘A Florença Brasileira’ para tentar explicar os tesouros artísticos que começavam a brotar do pequeno torrão sertanejo”.

“Inexplicável a passagem de tantos gênios da história da arte por Florença e pelo solo toscano. Inexplicável também a presença de talentosos artistas por Piracicaba e região, como Miguelzinho Dutra, Almeida Júnior, Frei Paulo de Sorocaba, Antônio Pacheco Ferraz, Joaquim Miguel Dutra, Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi, os irmãos Dutra (Alípio, João, Antônio Pádua e Archimedes), Joaquim Bueno de Mattos, os Thomazi (Ernesto, João, Eugênio, Mário e Alberto), Eugênio Luiz Losso, Ida Schalch, Antônio de Godoy, os Nardin (Paulo, Eugênio e Ermelindo), Manoel Martho, Manoel Lourenço, Joca Adâmoli, Álvaro Paulo Sega, Hugo José Benedetti, Angelino Stella, Clemência Pizzigatti, Renato Wagner, Jairo Ribeiro de Mattos, Eduardo Borges de Araújo e tantos outros registrados neste livro”, diz Cecílio.

No ano em que Piracicaba comemora seus 250 anos, o autor não dá trégua ao trabalho e, em parceria com a B2 Comunicação, do jornalista Arnaldo Branco Filho, já tem agendado para o mês de agosto os lançamentos dos livros 250 Anos de Caipiracicabismo (comemorativo ao 250º aniversário do município) e Piracicaba, a Doçura da

Terra (terceiro da trilogia, que tem ainda Piracicaba Que Amamos Tanto, editado em 2015, e Piracicaba, um rio que passou em nossa vida, em 2016, todos com apoio cultural da Caterpillar, Cosan e Raízen).

.

SOBRE O AUTOR – Nascido em Piracicaba, no dia 24 de junho de 1940, Cecílio Elias Netto é jornalista, bacharel em Direito e escritor, com mais de 25 livros publicados, entre as quais as obras primas “Isto é Meu Corpo”, “Misere Mei, Amor”, “Bagaços da Cana”, “Bom Dia – Crônicas do autoexílio e da prisão” e “Dicionário do Dialeto Caipiracicabano – Arco, Tarco e Verva”, com mais de 50 mil cópias vendidas.

Apaixonado por sua terra natal, Cecílio, desde muito jovem, abraçou a missão de se aprofundar, de cuidar, de preservar, de conservar, de proteger e de propagar a riquíssima história de Piracicaba. O expressivo número de obras publicadas (como jornalista e escritor) e a posse de amplo material iconográfico da cidade de Piracicaba fazem de Cecílio Elias Netto um colecionador de rara expressão e grande fonte a todos que queiram aprofundar-se na história do município.

Os mais de 40.000 itens, entre fotos, negativos, cartões postais, desenhos, gravuras, jornais, revistas e livros – abrangendo um período cronológico que se estende do século 19 aos dias atuais –, estimularam familiares e um grupo de amigos a imortalizá-lo, ainda em vida, com a criação de um instituto de pesquisa e desenvolvimento cultural que leva o seu nome, o ICEN – Instituto Cecílio Elias Netto, entidade sem fins lucrativos, tendo como principal objetivo o cultivo e a propagação do cenário artístico, cultural, social e ambiental do município, através de ações múltiplas.

Presidido por Marcelo Fuzeti Elias e com pouco mais de um ano de existência (foi fundado em 25 de agosto de 2015), o ICEN vem cumprindo sua missão a todo vapor. Foi o responsável pelo movimento cultural que culminou no reconhecimento oficial do ‘Dialeto e Sotaque Caipiracicabanos’ como Patrimônios Imateriais do município, promoveu o I Encontro dos Caipiracicabanos, na Rua do Porto, e – além da histórica trilogia sobre Piracicaba – colocou no mercado a 6ª versão atualizada do Dicionário do Dialeto Caipiracicabano (Arco, Tarco e Verva).

Por | 04/05/2017|

Instituto Formar promove exposição “Naturezas Vivas & Mortas”

Foto: Divulgação

O Instituto Formar realiza até 26 de maio, a exposição “Naturezas Vivas & Mortas” com quadros pintados pelo ex-aprendiz, colaborador da instituição, Akim Nicolau Valente.

O jovem, de 19 anos, conta que produziu os quadros com técnica de pintura à óleo entre 2010 e 2011, quando despertou-se para a arte. “Numa visita ao Centro Cultural Martha Watts e também por, na época aprender sobre a vida e a arte de Vincent van Gogh, me interessei pela pintura e comecei a fazer aulas”, explica Akim.

Foto: Divulgação

A exposição retrata em traços perfeitos, imagens captadas e também homenagens à sua família, como por exemplo, o seu primeiro quadro “Velha Infância” – uma pintura da fachada da casa de sua avó. “Este quadro eu não vendo, é uma inspiração afetiva e tenho um carinho especial por ele”, disse o jovem artista.

Na mostra, Akim revela seu talento inspirado em espaços públicos de turismo como o Engenho Central, imagens de lagos, casas, florestas, vilarejos e também momentos que marcaram sua infância, como a entrada da chácara da família.

Há seis anos sem pintar, Akim, que já fez desenhos e mangás, hoje dedica-se ao design e também aos estudos em Teologia. “Meus pais sempre me apoiaram nos meus trabalhos de desenho e pintura, é uma satisfação ver um trabalho pronto e as pessoas admirando. Confesso que estou até motivado a voltar a pintar”, declara.

Foto: Divulgação

O público pode conferir a exposição, instalada no hall do Instituto Formar, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, exceto em feriados.

O Instituto Formar fica localizado na Rua Gonçalves Dias, 721 – Bairro Piracicaba – Piracicaba/SP.

Por | 03/05/2017|

Dupla francesa se apresenta no SESI Piracicaba

Foto: Divulgação

O SESI Piracicaba recebe no próximo dia 5 de maio, sexta às 20h, a dupla francesa Aurélie & Verioca. A versatilidade das artistas permite construir um show franco-brasileiro, passando dos ritmos mais sofisticados como o maracatu e o baião à leveza da bossa nova. A entrada é gratuita e os ingressos para esta apresentação estão disponíveis pelo sistema Meu SESI na página www.sesisp.org.br/meu-sesi.

Composto por diversos gêneros daqui dos trópicos, com letras em francês e português, a dupla possui repertório autoral registrado em dois álbuns recebidos com entusiasmo pelo público e pela crítica. Aurélie & Verioca se debruçam ao estudo e à pesquisa dos diversos gêneros da MPB há mais de
10 anos.

Além de versões em francês para músicas brasileiras e obras próprias, as musicistas passeiam com desenvoltura pela rica variedade de seletos compositores de exigente técnica de execução e figuras de expressão na história do Brasil. Entre muitos por elas admirados estão Baden Powell, Eduardo Gudin e Egberto Gismonti.

Por | 03/05/2017|

“Carioca”, do “Pânico na Band”, se apresenta no Teatro do Engenho, em Piracicaba

Foto: Divulgação

O humorista Márvio Lúcio, o “Carioca”, interprete dos personagem “Marcelo sem dente” e “Dilma DuCheff”, ambos do “Pânico na Band”, estará em Piracicaba na próxima sexta-feira (05). Ele vai se apresentar no Teatro do Engenho.

Detentor do Bicampeonato (2014 e 2015) de melhor imitador do Brasil pelo prêmio RISADARIA, Carioca chega à cidade com seu novo show, o “Pancadão do Sem Dente”. A apresentação acontece às 20 horas e é organizado pelo Teatro GT.

O personagem Marcelo Sem Dente é hoje um dos maiores sucessos do “Pânico” e essa será a primeira vez que ele será apresentado fora da TV. Os ingressos variam entre R$ 35 e 70.

Além dos dois já citados, Carioca imita também Amaury Junior, Jô Soares, Fausto Silva, Zeca Camargo, Edir Macedo, Raul Gil, Boris Casoy e Lulu Santos.

Por | 02/05/2017|

34ª Festa das Nações de Piracicaba ocorrerá entre 17 e 21 de maio

Foto: Divulgação

O Teatro Erotides de Campos recebeu nesta terça-feira (25) a cerimônia de lançamento oficial da 34ª edição da Festa das Nações de Piracicaba. Marcada para os próximos dias 17 a 21 de maio, no Engenho Central, o evento é considerado uma das maiores festas beneficentes do Estado. Um público de mais de 90 mil pessoas é esperado no Engenho Central durante os cinco dias do evento, que reúne solidariedade, entretenimento e gastronomia presente nos 18 restaurantes da festa, com centenas de opções, numa grande estrutura que envolve mais de sete mil voluntários.

A cerimônia contou com o lançamento da logomarca oficial da Festa, que reúne elementos de todas as nações participantes, simbolizando a união e a paz. Bailarinos da Cenda (Companhia Estável de Dança de Piracicaba), abriram a apresentação das bandeiras e das rainhas com a apresentação “Forrozeando”, levando o público a participar da dança ao final da apresentação. Posteriormente, integrantes do Grupo de Atiradores do Tiro de Guerra de Piracicaba fizeram a entrada das bandeiras de cada país e o acompanhamento de cada rainha.

Participam da 34ª Festa das Nações as seguintes entidades: Auma (Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Piracicaba) – África; Lions Clube de Piracicaba – Alemanha; Grupo Escoteiro São Mario – Brasil Norte; Apaspi (Associação de Pais e Amigos de Surdos de Piracicaba – Brasil Nordeste; Espaço Pipa – Brasil Sul; Escola de Mães “Profª Branca Motta de Toledo Sachs” – Café das Nações; Crami (Centro Regional de Registros e Atenção aos Maus-tratos na Infância) – Coreia do Sul; Creche Marshlea Dawsey – Espanha; Associação Atlética Educando pelo Esporte – Estados Unidos; Centro de Reabilitação de Piracicaba – Holanda; CVV (Centro de Valorização da Vida) – Índia; Sociedade Amigos de Vila Rezende – Itália; União Espírita de Piracicaba – México; Funjape (Fundação Jaime Pereira de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer) – Nova Zelândia; Cesac (Centro Social de Assistência e Cultura da Paróquia São José) Países Árabes; Pastoral da Criança – Piracicaba; Seame (Serviço de Apoio ao Adolescente com Medida Sócio-educativa) – Portugal; Instituto Formar de Aprendizagem Profissional – Reino Unido; Casa do Bom Menino – Estacionamento; Pasca – Bilheteria e Turma do Papai Noel – Sistema de Acesso.

Uma viagem pela gastronomia nacional e internacional, no Engenho Central

Com 18 restaurantes, administrados por 21 entidades assistenciais de Piracicaba, o público poderá fazer uma verdadeira “viagem gastronômica” pelos espaços montados no Engenho Central, que representam 14 nações – África, Alemanha, Brasil Norte, Brasil Nordeste, Brasil Sul, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Índia (inédita em 2017), Itália, México, Nova Zelândia, Países Árabes, Café das Nações, Piracicaba, Portugal e Reino Unido.

Somados, os cardápios reúnem cerca de 300 opções de pratos, que vão desde o bobó de camarão (Restaurante Brasil Nordeste), passando pela tradicional receita à base de joelho de porco Eisben (Restaurante Alemão) até opções veganas e inusitadas como a coxinha de jaca ou a torta de grão-de-bico com tomate (Restaurante Índia).

Cerca de sete mil voluntários estão envolvidos na organização da Festa, que também sorteará, pelo sétimo ano consecutivo, um Hyundai HB 20 zero quilômetro entre os participantes da rifa, ao custo de R$ 10 com renda revertida às entidades. Os ingressos para o evento custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Na quarta-feira (17) e quinta-feira (18) todos pagam meia entrada.

Atrações musicais

Uma variada programação musical e artística com 32 atrações estará presente nos cinco dias de Festa. São apresentações de grupos de dança contemporânea, ballet, flamenca e regionais, duplas sertanejas, músicos de viola caipira e bandas de rock, pop e blues, que se apresentarão no palco montado no grande pátio do Engenho Central e em outros pontos da festa.

Profissionalização para garantir bons serviços

De acordo com o vice-prefeito e secretário de Governo e Desenvolvimento Econômico de Piracicaba, José Antônio de Godoy, “a Festa das Nações tem tido uma evolução significativa, em especial, desde o ano de 2009. Uma das principais mudanças nesse sentido é a de oferecer, a cada edição, cada vez mais conforto, comodidade e qualidade nos serviços ao público, como segurança, acessibilidade, cardápios bem elaborados, de muita qualidade. Para isso foi necessário adotarmos um processo de profissionalização em toda cadeia de produção da Festa”, disse ele.

Segundo Godoy, a viabilização da Festa via Lei Rouanet é um componente importante dessa mudança de gestão. “Esta 34ª edição é a primeira etapa desse processo de profissionalização e melhoria. Com a Lei Rouanet efetivada a partir deste ano, temos a possibilidade de contarmos com um maior número de patrocinadores, mais serviços, um maior número de grupos e atrações musicais e folclóricas, e no lançamento do evento de ontem (25), tivemos uma boa amostra do que será a Festa das Nações 2017”, completou.

A primeira-dama e presidente do Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba), Sandra Regina Bonsi Negri, destacou o trabalho desenvolvido pelas entidades e a força do voluntariado nas ações da festa. “Queria agradecer primeiramente aos pais de todas as rainhas da Festa. Agradeço também a todos os patrocinadores, servidores de todas as secretarias da prefeitura e em especial às entidades assistenciais, que fazem um trabalho essencial à nossa cidade. Elas são instituições que precisam muito do apoio da prefeitura, porém, como diz meu marido, Piracicaba precisa muito mais delas, que com seus profissionais, sua atenção, desenvolvem ações fundamentais em diferentes áreas”, disse ela. “Não foi fácil o começo de meu trabalho junto à Festa das Nações. Aprendi muito no decorrer destes anos, vi o trabalho que um evento deste tamanho dá e, ao mesmo tempo, pude conhecer esse envolvimento único entre voluntários a serviço da solidariedade, pontuou.

Canais de divulgação

Toda a programação da Festa, com cobertura diária de notícias e informações poderá ser conferida no site – www.festadasnacoespiracicaba.com.br – e na página oficial do evento no Facebook – facebook.com/festadasnacoesdepiracicaba. O público poderá ter informações sobre os valores dos ingressos, a programação de atrações musicais de cada dia e os cardápios dos restaurantes participantes.

Realizada pela Fenapi (Associação Cultural Festa das Nações de Piracicaba) e Casa do Bom Menino, o evento é viabilizado com recursos da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, e conta com promoção da Prefeitura de Piracicaba e Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba) e organização da Secretaria de Governo. Conta com patrocínios Prata da Brahma, Caterpillar e Hyundai, Bronze da Ambiental Piracicaba, Arcelor Mittal, Caixa Econômica Federal, CJ do Brasil, Gás Express, Oji Papeis Especiais, Raízen e Unimed e apoios da Águas do Mirante, Delphi, Elring Klinger, Gabardo Transportes, Grupo Pirasa e Banco Sicredi.

Por | 27/04/2017|
Carregar mais conteúdo