MP desmente prisão de delegado e policial civil em Piracicaba

Publicado no dia 12/10/2017 às 00:28Por: Redação - PIRANOT / PORJUCA

O Ministério Público, através de sua assessoria de imprensa, retificou a nota em que explicava sobre a operação do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) com participação da ROTA na terça-feira (10), em Piracicaba. Entre os alvos estavam um delegado e dois policiais.

Segundo o MP, houve equivoco na informação de que um delegado e um policial civil haviam sido presos. Apenas um policial militar foi.

Batizada de Rêmora, a operação investiga uma quadrilha formada por agentes públicos e empresários na lavagem de dinheiro de jogos de azar, conforme informamos anteriormente.

Qual sua opinião? Comente!